Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

Movimento de tropas da coalizão no Iêmen é reposicionamento, e não retirada, diz Arábia Saudita

© REUTERS / ALI OWIDHAUm soldado do governo iemenita dispara arma montada em um veículo na linha de frente do combate contra os houthis em Marib, Iêmen, em 28 de março de 2021
Um soldado do governo iemenita dispara arma montada em um veículo na linha de frente do combate contra os houthis em Marib, Iêmen, em 28 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 11.11.2021
Nos siga noTelegram
A coalizão militar liderada pela Arábia Saudita que luta contra as forças houthis no Iêmen declarou na quarta-feira (10) que suas tropas estão sendo reposicionadas em conformidade com sua estratégia de apoio aos militares iemenitas, mas não estão sendo retiradas.
As fontes de segurança iemenitas informaram à Reuters que os sauditas deixaram uma grande base militar no distrito de Burayqah na cidade portuária de Áden, no sul, retirando tropas, equipamento e artilharia pesada.
Uma parte das tropas e equipamento foi carregada em navios de guerra no porto de Áden, enquanto o resto voou desde o aeroporto dessa cidade, conforme as fontes da mídia. As testemunhas relataram longos comboios militares se dirigindo da base de Burayqah para o porto de Áden.
Especialistas de material bélico de aviação norte-americanos movendo mísseis AIM-120 - Sputnik Brasil, 1920, 04.11.2021
Departamento de Estado dos EUA aprova venda de mísseis no valor de US$ 650 milhões à Arábia Saudita
No entanto, o porta-voz da coalizão liderada pela Arábia Saudita, general Turki al-Malki, disse à Reuters que os relatos de saída das tropas sauditas são "sem base ou infundadas".
"Deslocação e reposicionamento de tropas com base em uma avalição operacional e tática" é uma operação normal "em todas as forças militares em todo o mundo", afirmou o general Malki.
A coalizão liderada pela Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos (EAU) interveio no Iêmen em 2015 após as forças houthis expulsarem a administração internacionalmente reconhecida da capital, Sanaa. Os EAU reduziram sua presença militar em 2019.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала