Membros da comitiva de uma delegação em frente da sede das Nações Unidas durante a 76ª sessão da Assembleia Geral da ONU em Nova York, 21 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Panorama internacional
Notícias sobre eventos de todo o mundo. Siga informado sobre tudo o que se passa em diferentes regiões do planeta.

EUA continuarão pressionando Belarus se país não cumprir normas internacionais, diz Blinken

© REUTERS / Leonid Scheglov / BelTA / HandoutMigrantes se reúnem junto de cerca de arame farpado, com helicóptero sobrevoando a área, para tentar cruzar a fronteira com a Polônia na região de Grodno, Belarus, 8 de novembro de 2021
Migrantes se reúnem junto de cerca de arame farpado, com helicóptero sobrevoando a área, para tentar cruzar a fronteira com a Polônia na região de Grodno, Belarus, 8 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 10.11.2021
Nos siga noTelegram
O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, afirmou que Washington continuará pressionando o governo de Aleksandr Lukashenko caso Minsk recuse cumprir as normas internacionais, perpetuando a instabilidade na Europa.
Recentemente, o ministro da Defesa da Polônia, bem como as autoridades policiais polonesas, reportou que na terça-feira (9) vários grupos de migrantes tentaram forçar sua passagem da fronteira entre os dois países.
Por sua vez, o primeiro-ministro polonês, Mateusz Morawiecki, informou que o país fechará mais postos de controle na fronteira polonesa-belarussa se os migrantes tentarem forçar a entrada no país europeu. Morawiecki acrescentou que a Polônia não está atravessando uma "crise migratória", mas "uma crise política criada propositadamente para desestabilizar a situação na União Europeia".
© Sputnik / Sputnik / Abrir o banco de imagensImigrantes na fronteira entre Belarus e Polônia na região de Grodno, Belarus, 10 de novembro de 2021
Imigrantes na fronteira entre Belarus e Polônia na região de Grodno, Belarus, 10 de novembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 10.11.2021
Imigrantes na fronteira entre Belarus e Polônia na região de Grodno, Belarus, 10 de novembro de 2021
Ante tal situação, Blinken deixou clara a posição dos EUA relativamente aos acontecimentos no velho continente.

"Enquanto o governo [belarusso] se recusar a respeitar suas obrigações e compromissos internacionais, enquanto estiver minando a paz e a segurança na Europa através de suas ações, enquanto continuar reprimindo e abusando de pessoas que buscam viver em liberdade, continuaremos pressionando Lukashenko e seu governo, e não diminuiremos nossos apelos à prestação de contas", declarou o diplomata norte-americano durante uma coletiva de imprensa, após uma reunião com o ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmitry Kuleba.

O Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, fala durante o Diálogo de Alto Nível EUA-Colômbia com a Vice-Presidente e Ministra das Relações Exteriores da Colômbia Marta Lucia Ramirez, 21 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil
Antony Blinken
Secretário de Estado dos EUA
A situação atual entre a Polônia e Belarus preocupa os líderes europeus, pelo que nesta quarta-feira (10), a chanceler alemã, Angela Merkel, e o presidente russo, Vladimir Putin, discutiram, por telefone, como resolver a crise nas fronteiras entre Belarus e a UE.
No final, Putin propôs "estabelecer uma discussão dos problemas" diretamente entre Minsk e Bruxelas.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала