Pessoas usando máscaras de proteção caminham por rua em Paris, França, 27 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Sociedade e cotidiano
As principais notícias, reportagens e artigos sobre sociedade e a rotina cotidiana.

Gigante de automóveis da China desvenda caminhão elétrico que rivalizará com o Tesla (IMAGEM)

© Foto / Pixabay / chapayCaminhão (imagem referencial)
Caminhão (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Nos siga noTelegram
O Geely, gigante de automóveis chinês, revelou um plano para desenvolver gradualmente caminhões cada vez mais autônomos até 2030, depois que o Tesla adiou produção de tal produto até 2021.
A empresa de produção de automóveis chinesa Geely apresentou na segunda-feira (8) em Xangai, China, o Homtruck, um novo caminhão elétrico que pretende competir com veículos semelhantes de outros gigantes no mercado, como o Tesla, indica a emissora CNBC.
Se preparem para o HomTruck, semi-caminhão inteligente de nova energia da próxima geração. Primeira produção e entrega planejados para 2024.
A Geely, que pertence ao grupo comercial de veículos Farizon Auto, diz que os Homtruck conseguirão comunicar entre si, além de manter distâncias seguras e uma velocidade adequada durante viagens mais longas. O Homtruck poderá fazer algumas funções sem necessidade do condutor, pelo que será um caminhão semiautônomo.
O gigante de automóveis chinês planeja seguir três fases de evolução da tecnologia de automação dos caminhões, até atingir autonomia total em 2030.
"Este produto é desenhado e desenvolvido com o mercado global em mente", revelou Mike Fan, diretor-executivo do Farizon Auto, apontando a Europa, Coreia do Sul, Japão e América do Norte como mercados de venda principais.
Ele também referiu a questão da regulação de veículos autônomos como condicionante para o projeto da empresa.
"Tenho a certeza que as regulações e padrões de condução autônoma estão em processo de formação. Tendo como base a demanda do mercado e a demanda do desenvolvimento da nossa própria companhia, [Geely] como companhia, deve desenvolver e melhorar certas tecnologias à frente do tempo, para que, quando as regulações e condições estejam prontas, possamos aplicar nossa tecnologia no mercado a tempo", observou.
O Tesla, gigante de automóveis dos EUA, apresentou em 2017 o Semi, que se tornaria seu primeiro caminhão elétrico, antes de anunciar a fabricação de duas versões, as duas com carga de 36 toneladas, mas uma delas tendo uma autonomia de 800 km, em vez dos 480 km do outro modelo. No entanto, sua produção em massa originalmente planejada para 2019 foi adiada para 2020, e depois para 2021.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала