Administração Biden rejeita estratégia de Trump 'América em 1º lugar', diz Sullivan

© Foto / Jonathan ErnstPresidente Joe Biden no comício de apoio ao candidato democrata ao cargo de governador da Virgínia, Terry McAuliffe, Arlington, Virgínia, EUA, 26 de outubro de 2021
Presidente Joe Biden no comício de apoio ao candidato democrata ao cargo de governador da Virgínia, Terry McAuliffe, Arlington, Virgínia, EUA, 26 de outubro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 08.11.2021
Nos siga noTelegram
Governo de Biden rejeita o princípio "América em primeiro lugar" do ex-presidente Donald Trump, que implica que o líder norte-americano priorize os assuntos internos e minimize a interferência na política de outros países.
O presidente dos EUA, Joe Biden, rejeita abertamente a estratégia "América em primeiro lugar", disse ao canal CNN o conselheiro de Segurança Nacional, Jake Sullivan.
"De fato, ele indicou que a 'América em primeiro lugar' na verdade coloca a América em último lugar", explicou Sullivan.
A posição de Biden é determinada por uma intenção de realizar uma linha política diferente da de Donald Trump. O ex-presidente sublinhou várias vezes que defendia a estratégia "América em primeiro lugar".
Este princípio implica que o líder norte-americano dê prioridade aos assuntos internos e minimize a interferência na política de outros países.
Por sua vez, Trump e ex-funcionários de sua administração criticaram várias vezes as opções políticas do atual presidente dos EUA. Por exemplo, o ex-secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo declarou recentemente que a comunidade internacional está muito preocupada com a política externa de Biden e sublinhou que as decisões temerárias do atual governante colocam em risco o papel dos Estados Unidos no mundo.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала