Rússia desenvolve projétil capaz de 'caçar' drones com rede cortante

CC BY 2.0 / Flickr.com / Jonathan Cutrer / Drone Predator B (imagem referencial)
Drone Predator B (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 03.11.2021
Nos siga noTelegram
Os cientistas russos estão desenvolvendo uma nova munição capaz de destruir pequenos drones, segundo comunicado da Agência Russa de Patentes.
De acordo com o comunicado, o projétil foi patenteado no final de outubro e agora os cientistas do Centro Nuclear Federal da Rússia do Instituto de Física Técnica de Pesquisa da Rússia, localizado em Snezhinsk, região de Chelyabinsk, estão se preparando para submeter o projétil a testes preliminares.
Espera-se que a munição seja capaz de destruir com sucesso pequenos drones ou bombas guiadas, e que seja melhor que os projéteis antidrone já desenvolvidos.
O projétil em questão possui uma carga explosiva e alguns elementos cortantes. Além disso, ele explode a uma grande distância do drone, lançando uma rede cortante que "cobre" o veículo. Os pequenos drones são construídos com materiais plásticos pouco resistentes, fáceis de penetrar com elementos cortantes, com a posterior destruição do equipamento.
O centro russo em Snezhinsk é uma das principais empresas do consórcio nuclear russo Rosatom. O objetivo principal do centro é resolver problemas científicos e técnicos relacionados com a garantia e manutenção da segurança das armas nucleares da Rússia.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала