Índia cancela aquisição de canhões navais MK-45 dos EUA no valor de US$ 1 bilhão

© Foto / Marinha dos EUAUSS Zumwalt (DDG 1000) executa com sucesso o primeiro teste de disparo do sistema MK 57 com um míssil SM-2
USS Zumwalt (DDG 1000) executa com sucesso o primeiro teste de disparo do sistema MK 57 com um míssil SM-2 - Sputnik Brasil, 1920, 02.11.2021
Nos siga noTelegram
A administração Trump tinha aprovado a venda para a Índia de 13 sistemas de artilharia naval MK-45 e equipamentos relacionados, em um custo estimado de cerca de US$ 1 bilhão em novembro de 2019.
O Ministério da Defesa da Índia anunciou na terça-feira (2) o cancelamento de um acordo de mais de US$ 1 bilhão (R$ 5,6 bilhões) com os EUA, abrindo caminho para o fabricante doméstico Bharat Heavy Electricals Limited fornecer o armamento.
"Como novo impulso para 'Aatmanirbhar Bharat' (Índia autossuficiente), o processo de aquisição global de armas navais foi encerrado, com o seu número adicionado ao canhão Super Rapid Gun Mount (SRGM) atualizado, fabricado pela Bharat Heavy Electricals Limited (BHEL)", comunicou o Ministério da Defesa.
Estas armas serão instaladas em quatro destróieres da classe Visakhapatnam e em sete fragatas furtivas do Projeto 17A.
O ministério afirmou que a arma fabricada pela Bharat Heavy Electricals Limited fornece "recursos de nicho" para atingir alvos rápidos, como mísseis e aeronaves de ataque, usando munições guiadas e extensões de alcance.
Ao aprovar o sistema MK-45 norte-americano, fabricado pela BAE Systems Land and Armaments, a Agência de Cooperação para a Segurança da Defesa dos Estados Unidos tinha dito em novembro de 2019 que a venda proposta melhoraria a capacidade da Índia de enfrentar as ameaças atuais e futuras dos sistemas de armas inimigos.
"O sistema de armas MK-45 fornecerá a capacidade de conduzir missões de guerra antinavio e de defesa antiaérea, aumentando ao mesmo tempo a interoperabilidade com os EUA e outras forças aliadas", conforme o comunicado.
Se o negócio tivesse sido realizado, a Marinha indiana teria virado um dos poucos países aos quais os EUA decidiram vender sua versão mais recente de canhões navais, o Mod 4.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала