Etiópia declara estado de emergência ante possibilidade de forças de Tigré marcharem para capital

© AP Photo / Ben CurtisSoldados do governo etíope viajam em uma estrada perto de Agula, ao norte de Mekele, na região de Tigré, no norte da Etiópia. Foto de arquivo
Soldados do governo etíope viajam em uma estrada perto de Agula, ao norte de Mekele, na região de Tigré, no norte da Etiópia. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 02.11.2021
Nos siga noTelegram
O governo da Etiópia declarou estado de emergência nacional, após as forças do norte da província de Tigré terem conseguido conquistar territórios.
Anteriormente, o primeiro-ministro etíope, Abiy Ahmed, instou os cidadãos do país a carregarem suas armas para defenderem a pátria das forças da Frente Popular para a Libertação de Tigré (TPLF, na sigla em inglês). 
A TPLF, por sua vez, declarou ter tomado duas cidades no sul da província e que estava marchando para a capital do país, Adis Abeba, a 380 quilômetros de distância. Porém, até agora, ainda não foi confirmada, oficialmente, a captura dessas duas cidades.
© AFP 2022 / Yasuyoshi ChibaMilitares carregam um soldado ferido até o Centro de Reabilitação de Mekele, capital da região de Tigré, Etiópia
Militares carregam um soldado ferido até o Centro de Reabilitação de Mekele, capital da região de Tigré, Etiópia - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Militares carregam um soldado ferido até o Centro de Reabilitação de Mekele, capital da região de Tigré, Etiópia
"O estado de emergência visa proteger os civis contra as atrocidades sendo cometidas pelo grupo terrorista TPLF [Frente Popular para a Libertação de Tigré] em várias partes do país", reportou a mídia estatal. 
O conflito entre o governo etíope e a TPLF teve início em novembro de 2020, depois que Tigré conduziu eleições regionais desafiando a autoridade de Adis Abeba, que tinha ordenado que as eleições fossem adiadas por causa da COVID-19. 
No entanto, a TPLF declarou que a autoridade do governo já tinha expirado com ou sem COVID-19, e por isso o governo estava destituido de sua legitimidade, pois falhou em conduzir o processo eleitoral.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала