EUA enviam 4 bombardeiros B-1B Lancer ao Reino Unido em meio a tensões com Rússia (VÍDEO)

© REUTERS / Torbjorn Kjosvold / Forsvaret / HandoutBombardeiro Lancer B-1B da Força Aérea dos EUA na base aérea em Bodo, Noruega, 8 de março de 2021
Bombardeiro Lancer B-1B da Força Aérea dos EUA na base aérea em Bodo, Noruega, 8 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 07.10.2021
Nos siga noTelegram
EUA transferiram quatro bombardeiros estratégicos B-1B Lancer para a base avançada da Força Aérea britânica (RAF, na sigla em inglês) de Fairford.
"Quatro bombardeiros B-1B Lancer e aproximadamente 200 especialistas de apoio do 9º Esquadrão Expedicionário de bombardeiros da base aérea de Dyess, no Texas, chegaram à base Fairford da RAF", informa um comunicado do Comando Europeu dos EUA.
A Força-Tarefa de bombardeiros praticará a integração com capacidades aliadas e parceiras usando aeródromos não habituais e realizando voos em áreas estratégicas, incluindo o Ártico, Báltico e mar Negro, afirmou Daniel de La Fé, capitão das forças aéreas dos EUA na Europa e África, falando à Air Force Magazine.
"As nações da OTAN [...] desenvolvem suas competências e nossas competências para integrar e utilizar esses sistemas de armas na sua capacidade máxima", detalhou o militar dos EUA.
De acordo com a publicação, "a Rússia tem tornado o Ártico uma região cada vez mais contestada, reforçando suas capacidades de antiacesso e de negação de área no seu exclave - região de Kaliningrado [situada entre a Polônia e a Lituânia], no Báltico, no mar Negro, o que representa uma ameaça crescente para o flanco oriental da OTAN".
Sendo um bombardeiro estratégico versátil, o B-1B Lancer tem a capacidade de se integrar com caças de uma maneira diferente porque voa mais rápido e mais longe. O avião também possui munições guiadas e não guiadas de armas convencionais, proporcionando uma série de opções que podem ser integradas com as capacidades dos parceiros.
Os B-1B foram originalmente projetados como bombardeiros estratégicos pesados com o objetivo de efetuar ataques nucleares no território soviético. Agora o bombardeiro poderia ganhar uma nova vida ao ser equipado com mísseis hipersônicos AGM-183A.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала