Kim Jong-un rejeita proposta de diálogo com EUA, diz mídia

© REUTERS / KCNALíder norte-coreano Kim Jong-un durante a sessão do Bureau Político, 3 de setembro de 2021
Líder norte-coreano Kim Jong-un durante a sessão do Bureau Político, 3 de setembro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 30.09.2021
Nos siga noTelegram
O líder norte-coreano, Kim Jong-un, rejeitou a proposta de diálogo com Washington, informou a agência de notícias Yonhap.
De acordo com a Yonhap, o líder norte-coreano qualificou a proposta como tentativa de mascarar a hostilidade.
Washington propôs efetuar um diálogo sem condições, mas Kim disse, em seu discurso na Assembleia Popular Suprema, que isso não é mais que um "pequeno truque para ocultar sua atitude hostil".
Kim Jong-un também observou que a política hostil norte-americana em relação a Pyonyang não mudou em nada desde a posse do presidente Joe Biden.
Ao mesmo tempo, o líder norte-coreano declarou que os "canais de comunicação intercoreanos serão reestabelecidos no início de outubro", observando que a trajetória futura dos laços entre os dois países depende totalmente de Seul.
Por sua vez, um porta-voz do Departamento de Estado norte-americano assegurou que Washington não tem intenção hostil com relação à Coreia do Norte e instou Pyongyang a retomar o diálogo.
"A nossa política é prosseguir uma abordagem gradual e prática da diplomacia séria e sustentada com a Coreia do Norte, para alcançar um progresso tangível que incremente a segurança dos EUA, dos aliados e das forças implantadas do país", afirmou.
Os EUA condenaram os recentes testes de mísseis realizados pela Coreia do Norte, observando que estes lançamentos ilícitos de mísseis conduzem à desestabilização da região e da comunidade internacional.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала