Coreia do Norte anuncia teste de míssil hipersônico Hwasong-8

© REUTERS / KCNALançamento de novo míssil hipersônico Hwasong-8 na província de Chagang, Coreia do Norte, foto divulgada em 29 de setembro
Lançamento de novo míssil hipersônico Hwasong-8 na província de Chagang, Coreia do Norte, foto divulgada em 29 de setembro - Sputnik Brasil, 1920, 29.09.2021
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (28), o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul informou que Pyonyang lançou um míssil de curto alcance na direção do mar do Japão a partir da província norte-coreana de Chagang.
A Academia de Ciências da Defesa da Coreia do Norte assegurou nesta quarta-feira (29) ter testado um "míssil hipersônico de novo desenvolvimento", denominado Hwasong-8, lançado da província de Chagang, informa a agência de notícias Yonhap, citando a Agência Central Telegráfica da Coreia (ATCC).
"O desenvolvimento do míssil hipersônico, uma das cinco tarefas prioritárias do plano quinquenal que o campo das armas estratégicas enfrenta com vista ao desenvolvimento da ciência de defesa e do sistema de armas citadas no VIII Congresso do Partido, foi impulsionado de acordo com um processo de desenvolvimento sequencial, científico e confiável", informou a agência.
O míssil Hwasong-8 aparentemente estava equipado com um veículo de reentrada manobrável, que teria alcançado velocidade hipersônica.
Segundo a agência norte-coreana, citada pela agência de notícias AFP, o míssil cumpriu com suas especificações técnicas "incluindo a manobrabilidade de orientação e as características do voo de deslizamento da ogiva hipersônica destacada".
Na terça-feira (28), o Estado-Maior Conjunto da Coreia do Sul comunicou que os norte-coreanos haviam lançado um míssil de curto alcance até o mar do Japão a partir de Chagang, província localizada no noroeste do país.
Em uma reunião de emergência do Conselho de Segurança Nacional, altos funcionários sul-coreanos lamentaram a ação, e planejam analisar o lançamento detalhadamente. O mesmo será feito pela inteligência norte-americana.
Entretanto, o primeiro-ministro do Japão, Yoshihide Suga, afirmou que a Coreia do Norte lançou "o que poderia ser um míssil balístico" e que seu governo reforçou a vigilância.
O lançamento do míssil viola a resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas que proíbe todas as atividades relacionadas com o programa de mísseis balísticos da Coreia do Norte.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала