Camberra tenta conversar com Paris e afirma 'ser paciente' ao reconstruir laços com França

© REUTERS / Henry NichollsScott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, deixa Downing Street em Londres, Reino Unido, 15 de junho de 2021
Scott Morrison, primeiro-ministro da Austrália, deixa Downing Street em Londres, Reino Unido, 15 de junho de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 23.09.2021
Nos siga noTelegram
O premiê australiano disse que tentou conversar por telefone com o presidente francês Emmanuel Macron, mas não teve sucesso até agora, em meio às tensões políticas por causa da quebra do contrato de submarinos.
O premiê da Austrália, Scott Morrison, falando nesta quarta-feira (22), disse que seria paciente quanto ao restabelecimento dos laços com a França. Morrison, que está em Washington para uma série de reuniões nesta semana, ainda não conseguiu combinar uma conversa telefónica com Macron.
"Ainda não houve uma oportunidade para essa chamada. Mas seremos pacientes", afirmou o premiê, citado pela Reuters.
Morrison disse que entende a decepção da França, destacando que o cancelamento do contrato de submarinos significa que os problemas são diferentes dos que têm Washington e Paris e levarão mais tempo para resolver.
"Estou ansioso e quando for a hora certa, quando surgir uma oportunidade, teremos uma discussão similar", comentou Morrison, referindo-se ao telefonema recente entre Macron e Biden.
Paris retirou seus embaixadores de Camberra e Washington, afirmando que foi pego de surpresa pela decisão australiana de construir submarinos movidos a energia nuclear com a ajuda dos EUA e Reino Unido e rescindir o contrato com a empresa francesa Naval Group, que devia produzir submarinos convencionais.
Macron e Biden falaram por telefone nesta quarta-feira (22) e concordaram em lançar consultas para reconstruir a confiança. Como resultado, Macron enviará seu embaixador de volta aos Estados Unidos na próxima semana.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала