EUA farão do Texas novo 'lixão' para resíduos nucleares, segundo mídia

© AP Photo / Ted S. WarrenPlaca com alerta de material radioativo armazenado no subsolo na Reserva Nucelar de Hanford, nos EUA
Placa com alerta de material radioativo armazenado no subsolo na Reserva Nucelar de Hanford, nos EUA - Sputnik Brasil, 1920, 16.09.2021
Nos siga noTelegram
Os reguladores norte-americanos aprovaram um lixão nuclear no Texas, apesar das objeções das autoridades locais.
A Comissão Reguladora Nuclear dos EUA autorizou a empresa Orano e seu sócio na gestão de resíduos radiativos, Waste Control Specialists, a estabelecerem uma instalação de armazenamento no coração da Bacia do Permiano, um campo de petróleo e gás.
Sua empresa conjunta, Interim Storage Partners, planeja estabelecer um depósito e transportar os resíduos nucleares do país por ferrovias, selados em tambores de concreto para armazená-los na superfície.
No entanto, as autoridades do Texas são contrárias à decisão, pois temem que uma possível fuga possa contaminar a região, que produz milhões de barris de petróleo por dia, segundo a Forbes. 
O governador, Greg Abbott, está tentando bloquear o progresso do projeto.
A empresa comunicou que o projeto cumpre com todos os requisitos ambientais, de saúde e segurança e não afeta os moradores ou as indústrias próximas ao depósito.
Neste momento, há toneladas de resíduos nucleares em todo o país sem um local de depósito permanente disponível. Alguns estão armazenados em duas usinas de energia nuclear no Texas. Os resíduos podem permanecer radiativos durante muitos milhares de anos.
Os EUA tentam ativamente mudar para fontes de energia renováveis. No entanto, não querem abandonar as usinas nucleares, apesar do problema com os resíduos.
As usinas de energia nuclear geram grandes quantidades de energia com emissões mínimas. Algumas devem receber apoio para cumprir com os objetivos norte-americanos de descarbonizar a rede até 2035, segundo a assessora climática do presidente Joe Biden, Regina McCarthy.
No estado de Illinois, as autoridades aprovaram um projeto de lei, segundo o qual duas usinas nucleares locais devem receber benefícios de aproximadamente US$ 700 milhões (R$ 3,6 bilhões).
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала