Aviação militar da Rússia obterá míssil capaz de abater alvos 'fora do campo de visão' da tripulação

© AFP 2022 / Nikolay DoychinovCaça da Força Aérea da Bulgária Su-25
Caça da Força Aérea da Bulgária Su-25 - Sputnik Brasil, 1920, 14.09.2021
Nos siga noTelegram
Novo míssil será adicionado ao arsenal da aviação russa. Aviões de assalto, helicópteros e drones receberão um novo míssil leve guiado polivalente (LMUR na sigla em russo).
O míssil, conhecido também como Izdelie 305, pode ser integrado ao armamento do drone de ataque russo Orion, escreve jornal Izvestia.
Durante os testes, o míssil comprovou sua capacidade de combate, portanto a munição será adicionada ao arsenal de vários tipos de aparelhos. Em particular, aviões de assalto Su-25, helicópteros de ataque e versões especiais do helicóptero de transporte militar Mi-8 serão dotados desta arma.
Especialista militar Aleksei Leonkov sugeriu que as dimensões e massa do LMUR permitem que este seja equipado nos veículos aéreos não tripulados Orion.
Uma das vantagens do míssil é que ele tem a capacidade de atingir alvos que estão fora do campo de visão da tripulação e dos sistemas ópticos do drone.
Durante o voo a trajetória do míssil é guiada por navegação inercial com correções feitas pelo sistema Glonass – uma alternativa russa ao GPS.
Além do mais, o míssil pode fixar o alvo sob controle do operador ou de forma independente. O alcance guiado declarado do míssil é de 14.500 metros. A munição de cerca 100 kg possui uma carga útil de 25 quilos.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала