'Parte da guerra multiforme': Venezuela denuncia 'ataque terrorista' contra seu sistema elétrico

© AFP 2022 / LEO RAMIREZUma mulher caminha em frente a postes de eletricidade em Caracas, Venezuela (Arquivo)
Uma mulher caminha em frente a postes de eletricidade em Caracas, Venezuela (Arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 13.09.2021
Nos siga noTelegram
Ministro da Energia Elétrica da Venezuela Néstor Reverol informou na noite de domingo (12) uma perda de carga elétrica em vários estados do país rotulando o incidente como um novo "ataque" contra o Sistema Elétrico Nacional.
"Queremos informar sobre um novo ataque ao Sistema Elétrico Nacional dentro deste plano de sabotagem permanente e que faz parte da guerra multiforme que temos constantemente recebido", afirmou ministro em declarações telefônicas ao canal estatal Venezolana de Televisión.
O ministro explicou que o "ataque terrorista" afetou a subestação Aragua em Santa Cruz, município de José Ángel Lamas, e ocasionou "perda de carga em vários estados do país, porque é um sistema interconectado".
Anteriormente o vice-ministro da Defesa da Venezuela, almirante Alexander Velásquez Bastidas, disse que os EUA atacam a rede de energia elétrica do país para intimidar a nação e viabilizar o tráfico de drogas.
Em março de 2019, Venezuela foi atingida por dois apagões massivos. Ambos os casos foram provocados por incidentes na maior usina hidrelétrica do país, tendo sido atribuídos a ataques cibernéticos e "impacto mecânico".
O ministro da Comunicação e Informação da Venezuela informou que os suspeitos foram detectados. Eles são residentes dos EUA, Espanha e Colômbia e os pedidos para sua captura foram enviados para a Interpol.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала