Marinha do Irã anuncia volta 'para casa com sucesso' de embarcações que navegavam pelo mar Báltico

© AP Photo / Exército iranianoDestróier iraniano Sahand navega nas águas do golfo Pérsico. Foto de arquivo
Destróier iraniano Sahand navega nas águas do golfo Pérsico. Foto de arquivo - Sputnik Brasil, 1920, 07.09.2021
Nos siga noTelegram
Marinha iraniana diz que missão de navio e destróier que estavam percorrendo águas do mar Báltico "foi concluída com autoridade". Segundo comandante, as navegações mostram que "sanções não funcionam contra iranianos".
O novo comandante da Marinha do Irã, Shahram Irani, disse nesta terça-feira (7) que o destróier Sahand e o navio Makran, enviados pela África para a Rússia, voltaram "para casa com sucesso" após a missão ser concluída, de acordo com o The Jerusalem Post.
"O maior evento militar histórico no mar foi concluído com autoridade e sucesso com o envio de uma frota de combate composta pelo destróier Sahand e o navio Makran, que conseguiram encerrar sua missão e voltar para casa", disse Irani.
Segundo o comandante, a viagem mostrou a autoconfiança e a capacidade da República Islâmica na arena mundial, e que a frota navegou perto de 55 países e ao redor de três continentes para enviar uma mensagem de paz e amizade ao mundo, relatou a mídia.
"Para quem nunca acreditou na capacidade das crianças do Irã, essa frota mostra que hoje é uma capacidade em que se pode acreditar […]. Atualmente, podemos estar presentes em todas as zonas oceânicas do mundo com autoridade sempre que a ordem for emitida."
Irani também afirmou que a viagem está relacionada ao trabalho em andamento do país persa do seu projeto de sistema de propulsão local, dizendo que o Irã agora fará mais exercícios navais conjuntos no golfo de Omã.
© Foto / Twitter / @Iran_MilitaryBase marítima expedicionária e navio de combustível Makran, e a fragata Sahand, do Irã
Base marítima expedicionária e navio de combustível Makran, e a fragata Sahand, do Irã - Sputnik Brasil, 1920, 09.11.2021
Base marítima expedicionária e navio de combustível Makran, e a fragata Sahand, do Irã
Para o comandante, a navegação mostra que sanções "não funcionam contra iranianos".
"Estamos orgulhosos por termos sido capazes de mostrar que sanções e ameaças nunca funcionam contra os iranianos e que podemos construir grandes barreiras contando com nossa própria força", declarou.
Em julho, o navio Makran e o destróier Sahand transitaram pelo mar Báltico para a Rússia. As Forças Armadas da Dinamarca monitoraram o movimento de ambas embarcações, conforme noticiado.  
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала