Pentágono está preparado para revelar e demonstrar arma espacial secreta, diz mídia

© AP Photo / Mindaugas KulbisMilitares do Exército dos EUA ao lado do sistema Patriot na base aérea de Siauliai, na Lituânia (foto de arquivo)
Militares do Exército dos EUA ao lado do sistema Patriot na base aérea de Siauliai, na Lituânia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 24.08.2021
Nos siga noTelegram
O Departamento de Defesa dos EUA deverá revelar e demonstrar armas espaciais secretas no futuro próximo para mostrar à Rússia e à China novos desenvolvimentos antissatélite.

A apresentação da arma foi inicialmente planejada para o Simpósio Nacional do Espaço previsto para agosto, de acordo com o portal Breaking Defense citando fontes.

A desclassificação foi preparada nos últimos meses, mas a situação em torno da retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão supostamente resultou em alteração do plano original, dado que "todas as armas do aparato de segurança nacional apontaram para Cabul".

Apenas altos funcionários do governo dos Estados Unidos têm acesso à informação sobre a tecnologia classificada "confidencial" e sua revelação requer aprovação da diretora da Inteligência Nacional, Avril Haines, e do presidente Joe Biden.

De acordo com a publicação, os EUA planejaram realizar uma demonstração real de uma arma secreta alegadamente capaz de destruir ou desativar um satélite ou uma espaçonave.

Especialistas sugeriram que o sistema não denominado poderia envolver vários dispositivos, desde "um laser móvel de baseamento terrestre, usado para cegar satélites adversários de reconhecimento, a bloqueadores de radiofrequências ativados por proximidade, integrados em certos satélites militares, a um sistema de micro-ondas de alta potência que pode apagar eletrônica carregado em satélites guarda-costas manobráveis".

No entanto, algumas fontes duvidam que o sistema de armas envolva "um interceptor cinético terrestre."

A maioria dos altos funcionários teria apoiado a desclassificação de sistemas de alto desempenho, citando a necessidade de demonstrar o poder e "a ameaça crescente do contraespaço estrangeiro para os legisladores, o público e as nações aliadas/parceiras".

Os opositores da desclassificação destacaram que as autoridades deveriam "ter concebido a capacidade da ideia que eles a revelariam. Precisamos de projetar coisas que possam ser reveladas sem eliminar sua eficácia e sem causar escalada", disse uma fonte.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала