Helicópteros e fuzis: que equipamento bélico deixam EUA ao saírem do Afeganistão?

Nos siga noTelegram
Os EUA gastaram bilhões de dólares fornecendo armas e equipamento bélico aos militares afegãos para lutar contra Talibã.

Ao se retirarem do Afeganistão, as tropas norte-americanas deixaram todo o armamento em suas bases militares. Após a chegada do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) ao poder no país, os islamistas tomaram todo o equipamento do Exército afegão: armas, munições, helicópteros etc.

Na base aérea de Kunduz obtiveram dezenas de veículos blindados, um tanque T-55 e um pequeno drone Scan Eagle. Na base de Bagram ficaram com centenas de unidades de equipamento especial e peças. Em Mazar-i-Sharif e Kandahar tomaram helicópteros e bombardeiros leves.

© AP Photo / Rahmat GulVeículos deixados pelos norte-americanos na base aérea de Bagram, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
Veículos deixados pelos norte-americanos na base aérea de Bagram, Afeganistão, 5 de julho de 2021 - Sputnik Brasil
1/10
Veículos deixados pelos norte-americanos na base aérea de Bagram, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
© AP Photo / Rahmat GulSoldado afegão tocando guitarra na base aérea de Bagram, província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
Soldado afegão tocando guitarra na base aérea de Bagram, província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021 - Sputnik Brasil
2/10
Soldado afegão tocando guitarra na base aérea de Bagram, província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
© AFP 2022 / Wakil KohsarVista da base aérea de Bagram, anteriormente pertencente aos Estados Unidos, província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
Vista da base aérea de Bagram, anteriormente pertencente aos Estados Unidos, província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021 - Sputnik Brasil
3/10
Vista da base aérea de Bagram, anteriormente pertencente aos Estados Unidos, província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
© REUTERS / StringerMilitante do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) armado com fuzil M16 norte-americano ao lado do Ministério dos Assuntos Internos em Cabul, Afeganistão, 16 de agosto de 2021.
Militante do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) armado com fuzil M16 norte-americano ao lado do Ministério dos Assuntos Internos em Cabul, Afeganistão, 16 de agosto de 2021 - Sputnik Brasil
4/10
Militante do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) armado com fuzil M16 norte-americano ao lado do Ministério dos Assuntos Internos em Cabul, Afeganistão, 16 de agosto de 2021.
© AP Photo / Rahmat GulVeículos militares destruídos ao lado da base aérea de Bagram, na província de Parwan, Afeganistão, 3 de maio de 2021.
Veículos militares destruídos ao lado da base aérea de Bagram, na província de Parwan, Afeganistão, 3 de maio de 2021 - Sputnik Brasil
5/10
Veículos militares destruídos ao lado da base aérea de Bagram, na província de Parwan, Afeganistão, 3 de maio de 2021.
© AP Photo / Rahmat GulMembro das forças de segurança afegãs monta guarda após a saída das tropas dos EUA da base aérea de Bagram, na província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
Membro das forças de segurança afegãs monta guarda após a saída das tropas dos EUA da base aérea de Bagram, na província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021 - Sputnik Brasil
6/10
Membro das forças de segurança afegãs monta guarda após a saída das tropas dos EUA da base aérea de Bagram, na província de Parwan, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
© AFP 2022Militantes do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) e residentes locais sentados em um veículo militar do Exército Nacional Afegão, na província de Laghman, 15 de agosto de 2021.
Militantes do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) e residentes locais sentados em um veículo militar do Exército Nacional Afegão, na província de Laghman, 15 de agosto de 2021 - Sputnik Brasil
7/10
Militantes do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) e residentes locais sentados em um veículo militar do Exército Nacional Afegão, na província de Laghman, 15 de agosto de 2021.
© Sputnik / Zahra SyasBase aérea de Bagram, deixada pelos norte-americanos, na província de Parwan, Afeganistão.
Base aérea de Bagram, deixada pelos norte-americanos, na província de Parwan, Afeganistão - Sputnik Brasil
8/10
Base aérea de Bagram, deixada pelos norte-americanos, na província de Parwan, Afeganistão.
© AP Photo / Rahmat GulHelicóptero militar UH-60 Black Hawk carregando conselheiros dos EUA e recrutas afegãos decola no Aeródromo de Kandahar, Afeganistão, 19 de março de 2018.
Helicóptero militar UH-60 Black Hawk carregando conselheiros dos EUA e recrutas afegãos decola no Aeródromo de Kandahar, Afeganistão, 19 de março de 2018 - Sputnik Brasil
9/10
Helicóptero militar UH-60 Black Hawk carregando conselheiros dos EUA e recrutas afegãos decola no Aeródromo de Kandahar, Afeganistão, 19 de março de 2018.
© AP Photo / Rahmat GulSoldado afegão passa por veículos MRAP (protegidos contra emboscadas e resistentes a minas) que os EUA deixaram na base aérea de Bagram, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
Soldado afegão passa por veículos MRAP (protegidos contra emboscadas e resistentes a minas) que os EUA deixaram na base aérea de Bagram, Afeganistão, 5 de julho de 2021 - Sputnik Brasil
10/10
Soldado afegão passa por veículos MRAP (protegidos contra emboscadas e resistentes a minas) que os EUA deixaram na base aérea de Bagram, Afeganistão, 5 de julho de 2021.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала