Instabilidade no Afeganistão pode causar migração descontrolada para Europa, diz Macron

© AP Photo / John ThysPresidente da França Emmanuel Macron fala pelo celular durante reunião da cúpula da UE em Bruxelas, 20 de julho de 2020
Presidente da França Emmanuel Macron fala pelo celular durante reunião da cúpula da UE em Bruxelas, 20 de julho de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 16.08.2021
Nos siga noTelegram
Presidente francês aponta problemas migratórios que podem refletir dentro da Europa a partir da questão atual no Afeganistão e incita ação da ONU depois que extremistas islâmicos chegaram a Cabul.

O presidente francês Emmanuel Macron demonstrou preocupação com a questão migratória na Europa após a tomada da capital afegã pelo Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países), em um discurso transmitido por canais de televisão da França nesta segunda-feira (16).

"A desestabilização no Afeganistão ameaça o surgimento de fluxos migratórios descontrolados para a Europa", alertou ele.

O presidente ressaltou que o país asiático não deve voltar a ser um refúgio para terroristas como era antes. "O Afeganistão não deve se tornar o paraíso para terroristas que já foi", disse Macron e completou que "isso ameaça a paz e a estabilidade internacional".

Macron exorta ONU a agir

Segundo presidente francês, militantes islâmicos vão buscar se beneficiar da turbulência no Afeganistão. Macron afirmou que a França faria tudo o que pudesse para garantir que a Rússia, os EUA e a Europa respondessem com um propósito comum.

As cidades afegãs caíram em poucos dias após a retirada das tropas norte-americanas, e nesta segunda-feira (16) cenas impressionantes mostram civis em desespero no aeroporto internacional de Cabul depois que o presidente Ashraf Ghani fugiu do país, dizendo que queria evitar um banho de sangue, e o Talibã tomou a capital.

© AP Photo / Zabi KarimiTalibãs tomam controle do palácio presidencial no Afeganistão após o presidente Ashraf Ghani ter fugido do país, 15 de agosto de 2021
Instabilidade no Afeganistão pode causar migração descontrolada para Europa, diz Macron - Sputnik Brasil, 1920, 16.08.2021
Talibãs tomam controle do palácio presidencial no Afeganistão após o presidente Ashraf Ghani ter fugido do país, 15 de agosto de 2021
"É um desafio para a paz e a estabilidade internacional contra um inimigo comum. Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para que a Rússia, os Estados Unidos e a Europa possam cooperar de forma eficaz, porque os nossos interesses são os mesmos. O conselho de segurança das Nações Unidas terá que apresentar uma resposta comum e unida", afirmou.

Ainda em seu discurso ele pontuou que a França vai continuar a "proteger os mais vulneráveis ​​e fazer sua parte em um esforço internacional organizado e justo para dividir o fardo".

França, Alemanha e alguns outros países europeus tomariam a iniciativa de construir uma "resposta robusta, unida e coordenada" com a ajuda dos países de trânsito, acrescentou Macron.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала