Base militar em Washington entra em lockdown após anúncio de homem armado, diz mídia

© AFP 2022 / Jim WatsonThe front gate of Joint Base Anacostia-Bolling is viewed in Washington, DC, on March 27, 2018.
The front gate of Joint Base Anacostia-Bolling is viewed in Washington, DC, on March 27, 2018. - Sputnik Brasil, 1920, 13.08.2021
Nos siga noTelegram
A base em questão tem trabalhadores de diversos membros militares dos EUA, incluindo a sede da Agência de Inteligência da Defesa dos EUA, indica a agência norte-americana Associated Press (AP).

Uma base militar foi fechada em Washington, EUA, após relatos de que uma pessoa armada foi avistada no local, escreve na sexta-feira (13) a agência norte-americana Associated Press (AP).

De acordo com uma publicação no Facebook da Base Conjunta Anacostia-Bolling, o suspeito era um "potencial indivíduo armado", descrito como "um homem negro de porte médio carregando uma bolsa Gucci".

A conta oficial da base militar sugeriu aos transeuntes correr para fora do local, se esconder da melhor forma se isso não fosse possível, e nesse caso se preparar também para lutar, em caso de a potencial vítima ser descoberta.

"Se você vir o indivíduo, ligue para 911 ou BDOC [Centro de Operação de Defesa da Base] no número 202-767-5000", pediu a Base Conjunta Anacostia-Bolling.

O suspeito que desencadeou um alerta em uma base militar perto de Washington acabou por ser detido, e as medidas de emergência foram levantadas, informaram mais tarde os militares locais.

A base abriga unidades da Força Aérea, do Corpo de Fuzileiros Navais, da Guarda Costeira, além do escritório do Serviço Naval de Investigação Criminal de Washington, e a sede da Agência de Inteligência da Defesa dos EUA, refere a AP.

Os EUA têm sofrido ataques frequentes de pistoleiros nas últimas décadas, incluindo 400 tiroteios durante três dias da época do Dia da Independência em último 4 de julho.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала