Navio Mercer Street foi atacado por drone no mar Arábico, diz Marinha norte-americana

© AP Photo / Mark J. TerrillNavio-tanque trafegando pela costa da Califórnia (foto de arquivo)
Navio-tanque trafegando pela costa da Califórnia (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 31.07.2021
Nos siga noTelegram
A Marinha dos EUA respondeu a um pedido de socorro após um ataque a um navio mercante nas águas internacionais do mar Arábico, em 30 de julho.

O Comando Central dos Estados Unidos (CENTCOM, na sigla em inglês) considera que o ataque contra navio Mercer Street no oceano Índico provavelmente foi realizado com um drone.

"Dados preliminares indicam claramente um ataque por um veículo aéreo não tripulado", disse o CENTCOM em um comunicado publicado no site oficial do comando.

Dois tripulantes, sendo um britânico e outro romeno, morreram no ataque. De acordo com o comunicado, o navio está agora sendo acompanhado pelo porta-aviões norte-americano USS Ronald Reagan e pelo destróier USS Mitscher da Marinha americana.

Especialistas em explosivos da Marinha americana estão a bordo do Mercer Street "para garantir que não há perigo adicional à tripulação" e estão prontos para ajudar na investigação do ataque.

A empresa proprietária da embarcação, a Zodiac Maritime, disse que o navio poderia ter sido atacados por piratas.

A Associated Press salienta que o navio, de bandeira liberiana, está ligado ao bilionário israelense Eyal Ofer, proprietário do Grupo Zodiac.

Posteriormente, a tripulação recuperou o controle do navio e começou a navegar para uma área segura, acompanhado pela Marinha dos EUA.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала