Nave de carga Tianzhou-2 se acopla à nova estação espacial chinesa

© Foto / China DailyFoguete chinês Longa Marcha 7 carregando a nave de carga Tianzhou-2 decola do Centro de Lançamento Espacial Wenchang, China, 29 de maio de 2021
Foguete chinês Longa Marcha 7 carregando a nave de carga Tianzhou-2 decola do Centro de Lançamento Espacial Wenchang, China, 29 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 30.05.2021
Nos siga noTelegram
A unidade de carga Tianzhou-2 chegou ao módulo central da estação espacial da China, chamado Tianhe, após a decolagem do centro de lançamento de satélites de Wenchang, na ilha de Hainan.

O acoplamento da espaçonave ocorreu neste sábado às 18h01 (horário de Brasília), conforme anunciou a Agência de Voos Espaciais Tripulados da China.

O módulo Tianhe (Harmonia Celestial, em chinês) foi enviado ao espaço no dia 29 de abril e será o centro de gestão e controle da estação espacial de Pequim chamada Tiangong, ou Palácio Celestial, cuja construção é prevista para terminar no fim de 2022.

A nave de carga transportou para a órbita 1,95 tonelada de combustível e 4,69 toneladas de outras cargas, entre as quais trajes espaciais, suprimentos e equipamento para a estação.

A cápsula poderá ter acopladas até três naves espaciais de uma vez por pouco tempo ou duas espaçonaves se estiverem previstas estadias mais longas.

O primeiro lançamento de uma nave de carga foi realizado em 20 de abril de 2017, quando o Tianzhou-1 transportou carga até ao laboratório espacial chinês. A nave tem massa inicial de 13,5 toneladas, 9 metros de comprimento e diâmetro de 3,35 metros. A massa da carga útil é de 6,5 toneladas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала