Palácio da Justiça na Colômbia é incendiado por manifestantes durante protesto (VÍDEO, FOTO)

© AP Photo / Andres GonzalezMulher segura placa durante uma marcha silenciosa para apoiar o desbloqueio das principais vias de entrada e saída da cidade que foram bloqueadas por protestos antigovernamentais em Cali, Colômbia, terça-feira, 25 de maio de 2021
Mulher segura placa durante uma marcha silenciosa para apoiar o desbloqueio das principais vias de entrada e saída da cidade que foram bloqueadas por protestos antigovernamentais em Cali, Colômbia, terça-feira, 25 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 26.05.2021
Nos siga noTelegram
A Colômbia tem presenciado protestos desde 28 de abril, depois que Bogotá anunciou uma reforma tributária com aumento de impostos. Pelo menos 42 pessoas morreram durante os confrontos entre manifestantes e policias.

Manifestantes incendiaram o Palácio da Justiça na cidade de Tuluá, no sudoeste da Colômbia, na noite de terça-feira (25), afirmou na rede social Twitter o ministro da Justiça do país, Wilson Ruiz Orejuela, acrescentando que classifica o incidente como um ato de terrorismo.

​Os atos contra o Palácio de Justiça de Tuluá hoje [25 de maio] à noite só podem ser classificados como terroristas, [eles] querem semear o caos e o medo. Isso deixa o cenário de vandalismo e afeta a tranquilidade dos colombianos. Encontraremos os responsáveis ​​por esta situação.

Segundo relatos e vídeos divulgados pela polícia, as chamas destruíram boa parte do telhado e do segundo andar da instituição judiciária da cidade.

​Aconteceu em uma URI [Unidade de Reação Imediata] em Popayán, também no tribunal de La Plata. Agora acontece em Tuluá. Os vândalos querem obstruir a justiça com fogo como a desta noite [25 de maio] no Palácio da Justiça em Tuluá. Infame para comemorar. Os responsáveis ​​saberão o peso da Lei.

Ainda não se sabe o que ou quem iniciou o incêndio que os bombeiros estão tentando apagar, reporta a agência EFE.

Protestos contra impostos

A Colômbia tem presenciado protestos desde 28 de abril, depois que Bogotá anunciou uma reforma tributária com aumento de impostos.

​Este é o Palácio da Justiça de Tuluá neste momento. A única coisa que posso dizer é que não creio que tenham sido os manifestantes que o incendiaram.

Durante confrontos entre manifestantes e policiais, segundo dados do Ministério da Defesa colombiano, pelo menos 42 pessoas morreram e mais de 2.000 pessoas ficaram feridas, incluindo 1.065 policias.

O governo da Colômbia e o Comitê Nacional de Greve do país, composto por sindicatos e grupos de estudantes, chegaram na terça-feira (25) a um pré-acordo.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала