MRE russo: EUA excederam limite do Novo START em 101 unidades de armas estratégicas

© AFP 2022 / BRENDAN SMIALOWSKIUm míssil nuclear ICBM Titan II desativado é visto em um silo no Missile Museum Titan (imagem referencial)
Um míssil nuclear ICBM Titan II desativado é visto em um silo no Missile Museum Titan (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 24.05.2021
Nos siga noTelegram
Nesta segunda-feira (24), o Ministério das Relações Exteriores da Rússia afirmou que os EUA possuem 101 armas estratégicas a mais do que o permitido pelo novo Tratado START.

O MRE da Rússia publicou nesta segunda-feira (24) os dados sobre as armas estratégicas ofensivas que o país possui, em comparação com as dos EUA.

De acordo com os dados, os EUA possuem 651 mísseis balísticos intercontinentais, mísseis balísticos lançados de submarinos e bombardeiros pesados, enquanto os russos possuem 517.

A informação decorre das notificações previstas pelo Tratado START, que as partes trocaram em março de 2021.

Além disso, a Rússia tem 1.456 ogivas implantadas em mísseis balísticos intercontinentais, em mísseis balísticos lançados por submarinos e ogivas nucleares implantadas em bombardeiros pesados, enquanto os EUA possuem 1.357.

Moscou ressaltou que entre lançadores implantados e não implantados, o país tem um total de 767 lançadores, tanto de mísseis balísticos intercontinentais, como de mísseis balísticos lançados por submarinos, bem como em bombardeiros pesados.

Por sua vez, os EUA possuem 800 destes lançadores e bombardeiros, segundo o MRE russo.

De acordo com o MRE russo, os EUA excederam em 101 unidades os limites impostos no acordo Novo START devido a não contabilizar parte de seus lançadores e bombardeiros pesados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала