Rússia já produz em série robôs de combate com inteligência artificial, diz ministro da Defesa

© Sputnik / Vitaly Belousov Sistema robótico multifuncional do exército russo BMRK "Uran-9", durante apresentação do fórum "Exército 2019", no parque Patriota, na região de Moscou
Sistema robótico multifuncional do exército russo BMRK Uran-9, durante apresentação do fórum Exército 2019, no parque Patriota, na região de Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2021
Nos siga noTelegram
Rússia começou produção em série de robôs de combate dotados de inteligência artificial, capazes de combater de forma autônoma, disse o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu.

"Já há não só modelos experimentais, mas robôs que podem realmente ser mostrados em filmes, capazes de combater de forma autônoma", afirmou o ministro.

Shoigu também salientou que está sendo feito um importante trabalho na área das "armas do futuro".

Atualmente, várias empresas russas de defesa estão fabricando robôs de combate para o Exército. O consórcio Kalashnikov está criando uma máquina no âmbito do desenvolvimento do complexo robotizado Soratnik. De acordo com o especialista militar Viktor Murakhovsky, as principais missões do robô serão a proteção territorial e trabalhos de inteligência.

A empresa russa Uralvagonzavod, que pertence à corporação estatal russa Rostec, está desenvolvendo máquinas autônomas na base no tanque T-72B3, uma terá armamento pesado, a outra será dotada de canhões automáticos.

© Sputnik / Ilia PitalevRobô de reconhecimento e combate russo Uran-9 (foto de arquivo)
Rússia já produz em série robôs de combate com inteligência artificial, diz ministro da Defesa - Sputnik Brasil, 1920, 22.05.2021
Robô de reconhecimento e combate russo Uran-9 (foto de arquivo)

As Forças Armadas da Rússia já têm em serviço vários sistemas robóticos de combate, entre os quais o Uran-9, desenvolvido para missões de reconhecimento, apoio de fogo e eliminação de equipamentos blindados do adversário.

O armamento do sistema roborizado Uran-9 consiste de um sistema de mísseis antitanque Ataka, lança-chamas Shmel-M e um canhão automático 2A72 de 30 mm.

Anteriormente Shoigu declarou que o Ministério da Defesa continuará expandindo a gama de complexos robóticos militares. Segundo ele, um dos domínios prioritários é equipar as Forças Armadas com sistemas autônomos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала