Em prol de 'defesa e segurança' de Israel, Biden se compromete a 'reabastecer' Cúpula de Ferro

© REUTERS / Amir CohenSistema antiaéreo Cúpula de Ferro israelense interceptando foguetes lançados da Faixa de Gaza em direção a Israel, 15 de maio de 2021
Sistema antiaéreo Cúpula de Ferro israelense interceptando foguetes lançados da Faixa de Gaza em direção a Israel, 15 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2021
Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA, Joe Biden, prometeu auxiliar Israel no reabastecimento da Cúpula de Ferro – sistema de defesa antiaérea, após 11 dias de lançamentos de foguetes da Faixa de Gaza.

Reiterando o apoio de Washington ao "direito à autodefesa" do Estado hebraico, em uma breve coletiva de imprensa ocorrida na quinta-feira (20), Biden informou que o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, "compartilhou comigo sua apreciação pelo sistema Cúpula de Ferro que nossas nações desenvolveram juntas, e que salvou inúmeras vidas de cidadãos israelenses, tanto árabes quanto judeus".

Desse modo, Biden prometeu "total apoio para reabastecer o sistema Cúpula de Ferro de Israel, de modo a garantir defesa e segurança [israelenses] no futuro".

As declarações do presidente norte-americano foram prestadas em meio às conversações para o cessar-fogo entre Israel e o grupo palestino Hamas, aprovado na noite de quinta-feira (20).

© AFP 2022 / Jack GuezSistema de defesa antimíssil israelense Cúpula de Ferro intercepta um foguete lançado da Faixa de Gaza
Em prol de 'defesa e segurança' de Israel, Biden se compromete a 'reabastecer' Cúpula de Ferro - Sputnik Brasil, 1920, 21.05.2021
Sistema de defesa antimíssil israelense Cúpula de Ferro intercepta um foguete lançado da Faixa de Gaza

Por quase duas semanas, Israel e o Hamas se envolveram em confrontos violentos, matando mais de 200 pessoas e deixando outras desabrigadas na Faixa de Gaza.

Apesar de ser o principal aliado dos EUA no Oriente Médio, Israel já recebeu advertência norte-americana de que Washington tem um limite diplomático para cobrir as ações conduzidas pelo Estado hebraico contra o Hamas na Faixa de Gaza.

De igual modo, em conjunto com a ONU, Biden informou que Washington trabalharia para o rápido fornecimento de ajuda humanitária para a população afetada na zona de conflito, bem como auxílio na reconstrução de Gaza. Porém, o presidente norte-americano deixou claro que a ajuda americana chegaria "em total parceria com a Autoridade Palestina, e não com o Hamas".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала