'Tempos mais graves dos últimos 30 anos', diz chanceler alemão sobre relação entre Berlim e Moscou

© AP Photo / Markus SchreiberMinistro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, em Berlim, Alemanha, terça-feira, 18 de maio de 2021
Ministro das Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, em Berlim, Alemanha, terça-feira, 18 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 18.05.2021
Nos siga noTelegram
O chanceler russo concorda com o homólogo alemão, afirmando que as relações entre Berlim e Moscou estão passando por um período difícil, mas reforça que a Rússia está pronta para dialogar.

As relações entre a Alemanha e a Rússia estão em seu ponto mais baixo desde o colapso da União Soviética, disse o ministro das Relações Exteriores alemão, Heiko Maas.

"Quanto maiores os desafios, maior a necessidade de comunicação, porque as relações germano-russas têm vivido os tempos mais graves nos últimos 30 anos", afirmou Mass nesta terça-feira (18).

O chanceler acrescentou que os dois países estão em desacordo sobre uma série de questões, desde o estado da sociedade civil na Rússia até a crise na fronteira com a Ucrânia.

"Só teremos uma solução quando começarmos a falar uns com os outros", finalizou Mass, que participa, juntamente com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, do Potsdam Meetings, um evento híbrido virtual e presencial realizado pelo Fundo de Diplomacia Pública Aleksandr Gorchakov e a Fundação Konrad Adenauer.

© Sputnik / Sergei FadeichevMinistro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, durante coletiva de imprensa conjunta com seu homólogo de Serra Leoa, David John Francis
'Tempos mais graves dos últimos 30 anos', diz chanceler alemão sobre relação entre Berlim e Moscou - Sputnik Brasil, 1920, 18.05.2021
Ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, durante coletiva de imprensa conjunta com seu homólogo de Serra Leoa, David John Francis

Moscou pronta para o diálogo

O chanceler russo concorda que as relações entre Berlim e Moscou estão passando por um período difícil, mas garante que a Rússia continua pronta para dialogar.

"As relações russo-alemãs estão passando por um período difícil. Devemos observar que Berlim apenas reforçou sua política de contenção sistêmica da Rússia. Nosso país é regularmente retratado desde o nível superior como uma espécie de ameaça à segurança europeia", afirmou Lavrov.

O ministro russo destacou ainda que estão sendo feitas acusações infundadas e absurdas contra Moscou, com alguns meios de comunicação alemães se tornando cada vez mais anti-russos, o que aumenta o déficit de confiança, prejudicando as relações bilaterais.

"Moscou ainda vê Berlim como um ator internacional importante e aberto ao diálogo, mas apenas um diálogo honesto e de respeito mútuo. Sabemos que há muitas pessoas na Alemanha que estão interessadas em desenvolver relações com base nos princípios da igualdade e levando em consideração interesses uns dos outros", concluiu Lavrov, enfatizando que a Rússia não busca o confronto.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала