Em apelo a Netanyahu, Merkel garante 'solidariedade' a Israel

© AP Photo / Markus SchreiberEm Berlim, a chanceler alemã, Angela Merkel, chega de máscara a uma reunião de gabinete do governo alemão durante a pandemia da COVID-19, em 21 de outubro de 2020
Em Berlim, a chanceler alemã, Angela Merkel, chega de máscara a uma reunião de gabinete do governo alemão durante a pandemia da COVID-19, em 21 de outubro de 2020 - Sputnik Brasil, 1920, 17.05.2021
Nos siga noTelegram
A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, expressou "solidariedade" a Israel em telefonema para o premiê deste país, Benjamin Netanyahu, e pediu o fim rápido da pior onde de violência entre israelenses e palestinos em anos.
"A chanceler novamente condenou duramente os contínuos ataques de foguetes de Gaza contra Israel e garantiu ao primeiro-ministro a solidariedade do governo alemão. Ela reafirmou o direito de Israel de se defender contra os ataques", disse o porta-voz de Merkel, Steffen Seibert, em comunicado após a telefonema.

"Dadas as muitas vidas de civis perdidas em ambos os lados, a chanceler expressou sua esperança de que os combates terminem o mais rápido possível", acrescentou o comunicado.

​A situação na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza se agravou na noite de 11 de maio. Desde o começo da escalada até esta segunda-feira (17), foram disparados mais de 3.000 foguetes de Gaza contra o território israelense, dos quais 1.210 foram interceptados. Israel, por sua vez, também realizou centenas de ataques contra o território palestino.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала