- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Brasil proíbe a entrada de estrangeiros em voos vindos da Índia

© Folhapress / Raul SpinasséMovimentação de passageiros no Aeroporto Internacional de Brasília (DF), no dia 11 de março de 2021
Movimentação de passageiros no Aeroporto Internacional de Brasília (DF), no dia 11 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2021
Nos siga noTelegram
O governo federal brasileiro publicou, nesta sexta-feira (14), uma portaria que proíbe a entrada de estrangeiros em voos vindos da Índia ou que tenham feito escala no país asiático.

Segundo o texto, publicado em edição extra do Diário Oficial da União, o motivo da medida é evitar o impacto da nova variante do SARS-CoV-2 que surgiu na Índia.

O país tem registrado recordes nos números de mortes por COVID-19. Os dados do Ministério da Saúde indiano apontam que, nesta sexta-feira (14), foram 4.000 mortes e 343.144 diagnósticos da doença nas últimas 24 horas.

Este foi o terceiro dia consecutivo com 4.000 mil mortes ou mais, mas as infecções diárias mantiveram-se abaixo do pico de 414.188 da semana passada.

Segundo a portaria, para entrar no Brasil por via aérea, os estrangeiros precisam comprovar que não estão com COVID-19, por meio de teste RT-PCR, realizado 72 horas antes do embarque.

O texto não se aplica a brasileiros, natos ou naturalizados, nem a imigrantes com residência de caráter definitivo no país.

© REUTERS / Adnan AbidiEm Nova Deli, na Índia, profissionais aguardam ao lado de ambulâncias para transportar pacientes de COVID-19, em 5 de maio de 2021
Brasil proíbe a entrada de estrangeiros em voos vindos da Índia - Sputnik Brasil, 1920, 15.05.2021
Em Nova Deli, na Índia, profissionais aguardam ao lado de ambulâncias para transportar pacientes de COVID-19, em 5 de maio de 2021

Outras exceções são as seguintes: profissional estrangeiro em missão a serviço de organismo internacional, desde que identificado; funcionário estrangeiro acreditado junto ao governo brasileiro; estrangeiro cônjuge, companheiro, filho, pai ou curador de brasileiro; estrangeiro cujo ingresso seja autorizado especificamente pelo governo brasileiro em vista do interesse público ou por questões humanitárias; e portador de Registro Nacional Migratório.

O transporte de cargas também continua autorizado.

Para todos os casos, porém, a portaria estabelece quarentena de 14 dias.

Segundo determinações anteriores, os viajantes vindos do Reino Unido e da África do Sul seguem impedidos de entrar no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала