- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Brasil tem 2.545 mortes por COVID-19 em 24h e ultrapassa 428 mil óbitos

© REUTERS / Bruno KellyEm Manaus, capital do estado brasileiro do Amazonas, uma família visita o túmulo de um parente morto pela COVID-19, em 8 de maio de 2021
Em Manaus, capital do estado brasileiro do Amazonas, uma família visita o túmulo de um parente morto pela COVID-19, em 8 de maio de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2021
Nos siga noTelegram
Nesta quarta-feira (12), o Brasil registrou 2.545 novas mortes por COVID-19, chegando a um total de 428.256 óbitos causados pela doença.

Conforme dados do consórcio dos veículos de imprensa, com base em informações das secretarias estaduais de Saúde, o Brasil chegou a uma média móvel de mortes diárias de 1.944 óbitos. A variação aponta ainda recuo de 23% na média de óbitos, o que mostra uma tendência de queda.

Esse foi o segundo dia consecutivo com a média abaixo de duas mil mortes. Apesar disso, a média móvel está acima de 1.000 mortes diárias há 112 dias.

O país também registrou 76.638 novas infecções pela doença, alcançando 15.361.686 casos confirmados. A média de casos chegou a 60.746, com alta de 1% e tendência de estabilidade.

© REUTERS / Pilar OlivaresAtivistas da organização não governamental Rio de Paz carregam a bandeira brasileira, enquanto exibem centenas de sacos de plástico representando mortos e relembrando os 400 mil óbitos pela COVID-19, durante protesto contra a política de Jair Bolsonaro para a COVID-19, praia de Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil, 30 de abril de 2021
Brasil tem 2.545 mortes por COVID-19 em 24h e ultrapassa 428 mil óbitos - Sputnik Brasil, 1920, 12.05.2021
Ativistas da organização não governamental Rio de Paz carregam a bandeira brasileira, enquanto exibem centenas de sacos de plástico representando mortos e relembrando os 400 mil óbitos pela COVID-19, durante protesto contra a política de Jair Bolsonaro para a COVID-19, praia de Copacabana, Rio de Janeiro, Brasil, 30 de abril de 2021

Nenhum estado brasileiro apresenta tendência de alta na média de mortes. Rio de Janeiro, Roraima, Bahia, Maranhão, Paraíba, Piauí e Sergipe apresentam estabilidade, enquanto no restante das unidades federativas a tendência é de queda.

Segundo o painel do site Our World in Data, o Brasil continua atrás apenas da Índia na média de mortes na pandemia. No entanto, na média de mortes relativa à população, o Brasil fica à frente do país asiático.

Em números absolutos, o total de óbitos entre brasileiros segue atrás somente dos Estados Unidos, que somam 583.647 mortes, conforme dados da Universidade Johns Hopkins.

Ritmo da vacinação no Brasil

A vacinação contra a COVID-19 no Brasil chegou a um total de 37.197.671 pessoas que receberam pelo menos a primeira dose de um imunizante contra a doença. O número representa 17,57% da população do país.

Já a segunda dose foi aplicada em 18.658.972 pessoas, o equivalente a 8,81% da população.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала