China diz que destroços de foguete não devem causar danos à Terra

© REUTERS / China Daily Foguete Longa Marcha-5B Y2 transporta módulo da estação espacial chinesa Tianhe, em Wenchang, na província de Hainan, China, 29 de abril de 2021
Foguete Longa Marcha-5B Y2 transporta módulo da estação espacial chinesa Tianhe, em Wenchang, na província de Hainan, China, 29 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 07.05.2021
Nos siga noTelegram
EUA temem e monitoram entrada na atmosfera terrestre dos destroços do foguete que levou parte da estação espacial que China está construindo. Governo chinês garante que não há motivo para preocupação.

A maior parte dos destroços do foguete chinês se desintegrará na reentrada na atmosfera e é altamente improvável que cause danos, disse o Ministério das Relações Exteriores chinês, já que os EUA expressam temor de que alguns dos pedaços possam atingir o solo.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Wang Wenbin, disse nesta sexta-feira (7) que a China está monitorando de perto a entrada dos destroços do foguete na atmosfera da Terra. Ele explicou que o foguete foi feito de material projetado para queimar na reentrada na atmosfera e que a maioria dos destroços se desintegrará.

"A ameaça à navegação aérea e aos objetos terrestres é extremamente baixa", acrescentou.

Os destroços do foguete Longa Marcha-5B Y2 da China serão em sua maioria queimados e destruídos quando reentrarem na atmosfera, o que significa que têm uma probabilidade extremamente baixa de prejudicar outras atividades espaciais e terrestres, é uma prática internacional comum.

Risco de os destroços de foguetes causarem qualquer dano é 'extremamente baixo'

Os destroços pertencem ao foguete Longa Marcha-5B Y2, que colocou parte da estação espacial da China em órbita em 29 de abril. Após completar sua missão, o foguete se desprendeu do módulo da estação espacial conforme planejado e ficou sem controle, a que se segue a reentrada na atmosfera da Terra.

Os EUA expressaram preocupação com a possibilidade de os destroços causarem danos ao caírem. O Departamento de Defesa dos EUA declarou que estava rastreando a trajetória das partes do foguete, embora seu ponto de entrada exato na atmosfera não possa ser calculado até o momento da reentrada se aproximar. O Pentágono estima que os destroços aterrissem em algum momento neste sábado (8), após passar por cidades do Leste dos Estados Unidos.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала