Um dos maiores dentes-de-sabre é descoberto na América do Norte (FOTOS)

© Foto / Pixabay / Dean MoriartyCrânio de dente-de-sabre (imagem referencial)
Crânio de dente-de-sabre (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2021
Nos siga noTelegram
Uma espécie de felino extinta e anteriormente desconhecida foi descoberta por biólogos da Universidade de Gonzaga e pela Universidade de Ohio, ambas dos Estados Unidos.

O estudo da descoberta foi publicado, nesta segunda-feira (3), na revista científica Journal of Mammalian Evolution.

A criatura em causa, denominada Machairodus lahayishupup, foi descrita com base na comparação entre sete fósseis de espécimes que viveram em diferentes zonas da América do Norte, entre 5,5 milhões e nove milhões de anos atrás, com esqueletos de felinos descobertos em outras regiões do mundo.

© Foto / Mary Thompson / Museu de História Natural de IdahoPedaços da mandíbula do Machairodus lahayishupup
Um dos maiores dentes-de-sabre é descoberto na América do Norte (FOTOS) - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2021
Pedaços da mandíbula do Machairodus lahayishupup
No final, os pesquisadores estimaram que o predador pesaria cerca de 270 quilos, sendo um dos maiores felinos da história da Terra. Os cientistas creem que estes animais poderiam caçar presas até dez vezes maiores que eles.

Apesar de os fósseis do Machairodus lahayishupup encontrados não possuírem dentes, os responsáveis pelo estudo estão "bastante seguros de que é um felino de dentes-de-sabre", indica John Orcutt, um dos autores do estudo. No entanto, o mesmo acrescenta que é complexo entender a relação entre o novo felino e as outras espécies, principalmente no início de sua evolução.

© Foto / Roger Witter / Universidade do Estado de OhioRepresentação artística do dente-de-sabre Machairodus lahayishupup comendo sua presa
Um dos maiores dentes-de-sabre é descoberto na América do Norte (FOTOS) - Sputnik Brasil, 1920, 05.05.2021
Representação artística do dente-de-sabre Machairodus lahayishupup comendo sua presa
Os pesquisadores também apontaram que com a descoberta deste novo espécime surge um novo desafio – o paralelismo evolutivo entre os felinos da América e da Europa. Os cientistas revelam que existe um padrão muito semelhante na evolução dos gigantes dentes-de-sabre em ambos os continentes.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала