Argentina e Cuba discutem financiamento de vacina e medicamento nasal contra COVID-19

© AP Photo / Yamil Lage / PoolLaboratório do Instituto Finlay de Vacinas em Cuba, onde está sendo desenvolvida a Soberana 02
Laboratório do Instituto Finlay de Vacinas em Cuba, onde está sendo desenvolvida a Soberana 02  - Sputnik Brasil, 1920, 28.04.2021
Nos siga noTelegram
O chanceler da Argentina, Felipe Solá, se reuniu com o embaixador de Cuba, Pedro Pablo Prada, para discutir a possibilidade do governo de Alberto Fernández financiar a produção de vacinas contra COVID-19 na ilha.

Durante o encontro, que ocorreu no Ministério das Relações Exteriores da Argentina, as autoridades discutiram a crise e os desafios impostos pela pandemia, bem como a necessidade de avançar projetos que facilitem o acesso às vacinas contra o coronavírus, informou a chancelaria em nota.

O chanceler e o embaixador também discutiram outro insumo da tecnologia cubana: um medicamento para uso nasal que impede a entrada de vírus na mucosa.

"A Argentina também tem interesse nesta droga. Pode ser fácil de usar para aquelas pessoas que são obrigadas a circular", disse Solá.

​Com o embaixador de Cuba, Pedro Pablo Prada, conversamos sobre a proposta argentina de financiar uma maior aceleração na produção das vacinas cubanas e sobre um fármaco nasal que impede a entrada do vírus pelas mucosas. Estamos trabalhando estes temas com a ministra Vizzotti. 

Além disso, a diplomacia argentina informou que a ministra da Saúde, Carla Vizzotti, está em contato com os desenvolvedores das vacinas e do medicamento cubano, trocando informações científicas para avançar na cooperação entre os dois países.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала