Cúpula do Clima: Rússia convida países para projetos conjuntos de combate às mudanças climáticas

© Sputnik / Aleksei Druzhinin / Abrir o banco de imagensPresidente da Rússia, Vladimir Putin discursando na Cúpula do Clima em formato virtual, 22 de abril de 2021
Presidente da Rússia, Vladimir Putin discursando na Cúpula do Clima em formato virtual, 22 de abril de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 22.04.2021
Nos siga noTelegram
Vladimir Putin convidou todos os países para projetos de combate às alterações climáticas e afirmou que a Rússia está pronta para oferecer uma ampla gama de programas conjuntos na esfera climática. Além disso, relatou a realização russa de redução das emissões de gases de efeito estufa.

Nesta quinta-feira (22), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ao discursar na Cúpula do Clima organizada pelo presidente dos EUA, Joe Biden, convidou todos os países a participarem de projetos internacionais conjuntos para combater as mudanças climáticas.

"Convidamos todos os países interessados para pesquisas científicas conjuntas, investir em equipe em projetos climáticos significativos e se dedicar mais ativamente ao desenvolvimento de tecnologias de baixo carbono para mitigação das consequências e adaptação às mudanças climáticas", declarou Putin.

A Rússia está executando a meta de redução das emissões de gases de efeito estufa, segundo o presidente russo. Na quarta-feira (21), durante discurso anual perante a Assembleia Federal, Putin definiu limitação significativa do volume acumulado de emissões líquidas na Rússia até 2050.

"Apesar do tamanho da Rússia, das peculiaridades geográficas, do clima e da estrutura da economia, esta tarefa, tenho certeza, é realizável", afirmou Putin.

Putin lembrou que, em comparação a 1990, a Rússia reduziu muito mais as emissões de gases de efeito estufa do que muitos outros países.

"Essas emissões caíram pela metade, de 3,1 bilhões de toneladas equivalentes a CO2 para 1,6 bilhão de toneladas. Trata-se do resultado da reestruturação radical da indústria e do setor de energia russos nos últimos 20 anos", sublinhou o líder russo.

O presidente Vladimir Putin ainda adicionou que 45% do balanço energético russo hoje consiste em fontes de energia de baixa emissão, inclusive a energia nuclear.
Os participantes da Cúpula do Clima estão interessados em intensificar os esforços internacionais para resolver o problema das mudanças climáticas, disse o presidente russo, Vladimir Putin.

"Nossa discussão de hoje demonstra quão profundamente todos nós compartilhamos a preocupação relacionada às mudanças climáticas e quão interessados estamos em intensificar os esforços internacionais para resolver este problema", afirmou Putin durante seu discurso on-line.

O presidente da Rússia destacou que o destino de todo o planeta, as perspectivas de desenvolvimento de cada país, bem-estar e qualidade da vida das pessoas dependem em grande parte destes esforços.

A Rússia está pronta para oferecer uma ampla gama de projetos conjuntos sobre o clima e considerar as preferências das empresas estrangeiras dispostas a trabalhar em um ambiente ecológico, declarou o presidente Putin.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала