Rotas humanitárias na Síria são fechadas após ataques de militantes, diz mídia local

© REUTERS / Mohamed AzakirNo vale de Bekaa, no Líbano, refugiados sírios carregam galões em um assentamento, em 12 de março de 2021
No vale de Bekaa, no Líbano, refugiados sírios carregam galões em um assentamento, em 12 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 30.03.2021
Nos siga noTelegram
Nesta terça-feira (30), dois corredores humanitários foram bloqueados na Síria após sofrerem bombardeios de militantes.

As rotas são utilizadas como forma segura de deslocamento para civis. As informações sobre os ataques foram divulgadas pela agência SANA nesta terça-feira (30). Os dois corredores humanitários na Síria foram bloqueados depois que grupos militantes bombardearam as rotas.

Ainda de acordo com a mídia local, os militantes atacaram corredores humanitários na região de Saraqeb, na província de Idlib, e na cidade de Al-Bab, na região nordeste de Aleppo.

© REUTERS / Khalil AshawiMulheres em protesto na rodovia M4 na província de Idlib, Síria, 15 de março de 2020
Rotas humanitárias na Síria são fechadas após ataques de militantes, diz mídia local - Sputnik Brasil, 1920, 30.03.2021
Mulheres em protesto na rodovia M4 na província de Idlib, Síria, 15 de março de 2020

No final de 2017, o governo sírio recuperou o controle da maioria dos territórios que haviam sido tomados por terroristas, no entanto, as operações contra os militantes ainda continuam em algumas áreas do país.

A região de Idlib, em particular, é tida como o último reduto de militantes na Síria, já que partes da província são controladas pelo Tahrir al-Sham, antes conhecido como Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em diversos países).

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала