Moscou e Pequim firmam acordo para produzir 60 milhões de doses da Sputnik V na China

© REUTERS / Dado RuvicUm frasco com a etiqueta da Sputnik V colocado sobre o logotipo da vacina russa em foto de 24 de março de 2021
Um frasco com a etiqueta da Sputnik V colocado sobre o logotipo da vacina russa em foto de 24 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 29.03.2021
Nos siga noTelegram
O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) e a empresa de biotecnologia chinesa, Shenzhen Yuanxing Gene-tech, firmaram um acordo para a produção de mais de 60 milhões de doses da vacina Sputnik V na China.

"A Sputnik V é uma das melhores vacinas do mundo contra o coronavírus. Já está aprovada para o uso em mais de 50 países. A cooperação com a Shenzhen Yuanxing Gene-tech nos permitirá produzir a Sputnik V na China, elevando assim as capacidades de fornecimento de quantidades adicionais à medida que vemos uma crescente demanda da vacina russa a nível mundial", declarou o diretor-geral do RFPI, Kirill Dmitriev.

​O RFPI e a Shenzhen Yuanxing Gene-tech, uma das empresas líder de biotecnologia na China, firmaram um acordo para produzir mais de 60 milhões de doses da vacina Sputnik V.

A quantidade acordada é suficiente para imunizar mais de 30 milhões de pessoas. De acordo com as estimativas, o processo de fabricação começar no próximo mês de maio.

Sputnik V foi aprovada em 56 países, com uma população combinada de mais de 1,5 bilhão de pessoas. O imunizante tem o segundo maior número de aprovações por reguladores estatais no mundo.

A vacina contra a COVID-19 foi registrada na Rússia no dia 11 de agosto de 2020 e consta de duas doses que são aplicadas em um intervalo de 21 dias.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала