Moedas raríssimas do tempo de Cristo são descobertas durante reparo de museu em Jerusalém (FOTO)

© Foto / Facebook / Autoridade de Antiguidades de IsraelMoeda da era de Roma Antiga descoberta entre as várias antiguidades roubadas
Moeda da era de Roma Antiga descoberta entre as várias antiguidades roubadas - Sputnik Brasil, 1920, 29.03.2021
Nos siga noTelegram
Equipe de restauradores do Museu da Torre de Davi, em Jerusalém, ao reparar rachaduras estruturais no ponto mais alto da cidade, encontrou o raro shekel de Tiro, supostamente usada no pagamento do imposto de manutenção do templo.

Uma caixa de artefatos foi redescoberta durante a restauração das pedras da torre Phasael, um grande projeto de renovação de US$ 40 milhões (cerca de R$ 230 milhões) da cidadela de Jerusalém, disse o Museu da Torre de Davi, em Jerusalém, na segunda-feira (27).

Dentro do objeto foi descoberta uma rara moeda de prata do período do Segundo Templo, chamada shekel de Tiro. Duas imagens estão impressas em cada lado da moeda: em uma face está Melqart, o deus principal da cidade fenícia de Tiro, e na outra uma águia.

© Foto / Tal Rogovski / Museu da Torre de DavidMoeda rara shekel de Tiro: em uma face está Melqart, o deus principal da cidade fenícia de Tiro, e na outra uma águia
Moedas raríssimas do tempo de Cristo são descobertas durante reparo de museu em Jerusalém (FOTO) - Sputnik Brasil, 1920, 29.03.2021
Moeda rara shekel de Tiro: em uma face está Melqart, o deus principal da cidade fenícia de Tiro, e na outra uma águia

As moedas foram cunhadas em algum momento entre 125 a.C. e a eclosão da Grande Revolta em 66 d.C., quando foram usadas para pagar um imposto de meio shekel. Fontes talmúdicas sugerem que a moeda era provavelmente o único meio de pagar o principal imposto para manutenção do templo.

Embora já conhecidas em outras fontes antigas e bíblicas, essas moedas são raras, pois apenas algumas foram encontradas até hoje. O objeto será exibido como parte da nova exposição permanente do museu no próximo ano.

A raridade foi encontrada durante o planejamento das obras, quando os restauradores descobriram uma grande fenda estrutural que vai do topo à base da torre, que logo se tornou o foco central do projeto, de acordo com o museu.

"A torre de Davi é uma das estruturas mais importantes de Israel, tanto em termos de história como de localização. O último projeto de conservação do monumento foi realizado na década de 1980. Desde então, a cidadela precisa desesperadamente de conservação", disse o gerente de engenharia Yotam Carmel.

A equipe de conservação informou que como parte das renovações será instalado um novo sistema de monitoramento, que detectará movimentos na estrutura da torre. "Na conservação desse tipo, materiais tradicionais, como gesso de cal e técnicas tradicionais, como escultura em pedra, são usados em conjunto com soluções de alta tecnologia", explicou Carmel.

Phasael é a única torre na cidadela que se eleva a uma altura substancial, oferecendo vistas panorâmicas impressionantes de Jerusalém. Uma das três grandes torres dentro do antigo complexo real do rei Herodes é a torre Phasael, que foi apelidada pela primeira vez de torre de Davi.

No próximo ano, o museu será reaberto ao público – de acordo com as futuras diretrizes de saúde – com exposições permanentes e temporárias, passeios arqueológicos e experiências multissensoriais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала