Pelo menos 4 manifestantes são mortos em Mianmar pelas forças de segurança

© REUTERS / Dawei WatchManifestante sentado em uma motocicleta exibe bandeira durante um protesto em Launglone, distrito de Dawei, Mianmar, em 26 de março de 2021
Manifestante sentado em uma motocicleta exibe bandeira durante um protesto em Launglone, distrito de Dawei, Mianmar, em 26 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 27.03.2021
Nos siga noTelegram
As forças de segurança de Mianmar abriram fogo contra uma multidão que protestava em frente a uma delegacia de polícia em Yangon, na madrugada deste sábado (27), e pelo menos quatro pessoas foram mortas.

A informação é do portal de notícias Mianmar Now, que acrescentou que pelo menos dez pessoas ficaram feridas no incidente no subúrbio da cidade de Dala.

​Estados Unidos e Reino Unido impuseram novas sanções contra o governo militar do país nesta quinta-feira (25). As medidas foram impostas depois das notícias de que as forças de segurança do governo teriam assassinado mais cinco manifestantes contrários aos militares.

Alegando fraude nas eleições, generais derrubaram, no dia 1º de fevereiro, o governo de Mianmar e prenderam a líder do país, Aung San Suu Kyi, e o presidente Win Myint, além de outros políticos locais. O golpe pôs fim a seis anos de uma experiência democrática após mais de cinco décadas de governo militar.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала