Descoberta nova espécie de camaleão endêmica das montanhas centrais da Etiópia (FOTOS)

CC BY 4.0 / Petr Nečas / Zoosystematics and Evolution / Cropped imageO camaleão Trioceros wolfgangboehmei vivo no Parque Nacional de Bale, localizado no centro da Etiópia
O camaleão Trioceros wolfgangboehmei vivo no Parque Nacional de Bale, localizado no centro da Etiópia - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2021
Nos siga noTelegram
Equipe de biólogos afiliados a instituições alemãs e tchecas identificou nas montanhas do Parque Nacional de Bale, localizado no centro da Etiópia, uma nova espécie de camaleão endêmica.

O camaleão descoberto pelos pesquisadores habita uma pequena parte do sistema montanhoso da Etiópia a mais de 2.500 metros acima do nível do mar. O réptil foi batizado de Trioceros wolfgangboehmei, em homenagem a Wolfgang Bohme, herpetologista-chefe do Museu de Pesquisa Zoológica Alexander Koenig, em Bonn, na Alemanha. Esta é a terceira espécie deste réptil detectada nas montanhas de Bale, área reconhecida pelo elevado número de espécies endêmicas que a habitam.

CC BY 4.0 / Morris Flecks / Zoosystematics and Evolution / Cropped imageExemplares masculino e feminino preservados da nova espécime de camaleão encontrado na Etiópia. Morfologia da cabeça: Cabeça do lectótipo nas vistas esquerda (C.) e direita (D.) e do paralectótipo nas vistas esquerda (E.) e direita (F.). Barras de escala representam 1 cm
Descoberta nova espécie de camaleão endêmica das montanhas centrais da Etiópia (FOTOS) - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2021
Exemplares masculino e feminino preservados da nova espécime de camaleão encontrado na Etiópia. Morfologia da cabeça: Cabeça do lectótipo nas vistas esquerda (C.) e direita (D.) e do paralectótipo nas vistas esquerda (E.) e direita (F.). Barras de escala representam 1 cm

Este novo espécime, detalhado pelos cientistas em pesquisa recém-publicada na revista científica Zoosystematics and Evolution, é distinguido por uma crista dorsal proeminente e bem desenvolvida formada por grandes escamas cônicas pontiagudas que se estendem até o meio da cauda, bem como por uma morfologia hemipeniana única incluindo cálices rasos com margens lisas no tronco.

CC BY 4.0 / Petr Nečas / Zoosystematics and Evolution / Cropped imageNovo espécime de camaleão Trioceros wolfgangboehmei descoberta na Etiópia. O réptil tem um padrão de solo bege com leves listras avermelhadas na região da cabeça ao redor da órbita
Descoberta nova espécie de camaleão endêmica das montanhas centrais da Etiópia (FOTOS) - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2021
Novo espécime de camaleão Trioceros wolfgangboehmei descoberta na Etiópia. O réptil tem um padrão de solo bege com leves listras avermelhadas na região da cabeça ao redor da órbita

A cor de fundo do corpo da nova espécie foi descrita como amarelada, marrom ou mesmo verde brilhante, variando entre cada indivíduo. Da mesma forma, a maioria dos espécimes mostra uma mancha temporal branca proeminente na parte posterior perto dos olhos, e alguns espécimes têm uma faixa dorsolateral longitudinal branca brilhante ou ligeiramente laranja.

CC BY 4.0 / Petr Nečas / Zoosystematics and Evolution / Cropped imageNovo espécime de camaleão catalogado na Etiópia, o Trioceros wolfgangboehmei apresenta uma mancha temporal branca proeminente e uma faixa longitudinal dorsolateral
Descoberta nova espécie de camaleão endêmica das montanhas centrais da Etiópia (FOTOS) - Sputnik Brasil, 1920, 24.03.2021
Novo espécime de camaleão catalogado na Etiópia, o Trioceros wolfgangboehmei apresenta uma mancha temporal branca proeminente e uma faixa longitudinal dorsolateral

Devido à sua pequena faixa de distribuição ecológica, limitada a um setor das montanhas de Bale em uma altitude muito acima do nível do mar, associada à transformação de seu habitat por atividades humanas, os acadêmicos estimam que as populações de Trioceros wolfgangboehmei estão ameaçadas. No entanto, ainda não há dados científicos que sustentem essa hipótese.

"Dada a variação nos padrões de cores e morfologia entre diferentes populações desses camaleões na Etiópia, é provável que esses grupos continuem tendo uma diversidade oculta maior do que o esperado, o que poderia ser revelado por outras investigações em andamento", observou Thore Koppetsch, coautor da publicação.
Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала