- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de março

© REUTERS / Casa Real Saudita Príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, durante cerimônia de graduação de cadetes em Riad, Arábia Saudita (foto de arquivo)
Príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, durante cerimônia de graduação de cadetes em Riad, Arábia Saudita (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2021
Nos siga noTelegram
Bom dia! A Sputnik Brasil traz as principais notícias desta terça-feira (23), marcada pela indefinição no Ministério da Saúde, compra de doses da Sputnik V pelo Amazonas, pelas sanções impostas por países ocidentais contra a China e proposta de cessar-fogo da Arábia Saudita ao Iêmen.

Chefia do Ministério da Saúde segue indefinida

A situação do Ministério da Saúde do Brasil segue indefinida: indicado para tomar posse no Ministério da Saúde na semana passada, o médico cardiologista, Marceiro Queiroga, segue sem data para tomar posse. O incumbente, general Pazuello, segue no comando do Ministério, mas sem a autoridade necessária para tocar novas iniciativas. Relatos da mídia indicam que o presidente, Jair Bolsonaro, quer evitar que Pazuello perca o foro privilegiado e estuda criar Ministério para o general. Pazuello é investigado por suposta negligência na crise do abastecimento de oxigênio em Manaus, em janeiro de 2021. O Brasil confirmou mais 1.570 mortes e 55.177 casos de COVID-19, totalizando 295.685 óbitos e 12.051.619 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa. 

© REUTERS / Ueslei MarcelinoPresidente do Brasil, Jair Bolsonaro, coloca máscara durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 22 de março de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de março  - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2021
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, coloca máscara durante cerimônia no Palácio do Planalto, Brasília, 22 de março de 2021

Amazonas anuncia compra de 1 milhão de doses da Sputnik V

Na noite desta segunda-feira (22), o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC-AM), anunciou a compra de um milhão de doses da vacina russa contra a COVID-19, Sputnik V. As doses serão entregues entre os meses de junho e julho aos estados do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia Legal. "Estamos dando um passo importante para a imunização da população do Amazonas contra a COVID-19", disse Lima. "A vacina é a nossa melhor arma contra a doença." De acordo com o governador, caso o Ministério da Saúde pague pelas doses, o imunizante será distribuído nacionalmente. Caso estado do consórcio assuma os custos da transação, de R$ 76 milhões, as doses serão entregues ao estado do Amazonas.

© REUTERS / Ricardo MoraesAgente da Saúde aplica dose de vacina contra a COVID-19 em senhora no planetário do Rio de Janeiro, 18 de março de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de março  - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2021
Agente da Saúde aplica dose de vacina contra a COVID-19 em senhora no planetário do Rio de Janeiro, 18 de março de 2021

EUA, União Europeia e aliados impõem sanções contra a China

Nesta segunda-feira (22), EUA, União Europeia (UE), Reino Unido e Canadá impuseram sanções contra funcionários do governo chinês, acusando-os de violações dos direitos humanos na província de Xinjiang. Essa foi a primeira rodada de sanções coordenada entre países ocidentais, conforme estratégia da administração Biden. A China reagiu imediatamente impondo sanções a funcionários destes países, suas famílias, diplomatas e instituições privadas. A China ainda convocou o representante da UE em Pequim para consultas. "O governo chinês condena veementemente as sanções unilaterais imposta contra a China [...] usando como pretexto as supostas violações de direitos humanos em Xinjiang", declarou a chancelaria chinesa em nota.

© REUTERS / Ministério das Relações Exteriores da Rússia Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, participa de reunião com seu homólogo russo, Sergei Lavrov, em Guilin, China, 22 de março de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de março  - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2021
Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, participa de reunião com seu homólogo russo, Sergei Lavrov, em Guilin, China, 22 de março de 2021

Atirador mata 10 em atentado em supermercado nos EUA

Nesta segunda-feira (22), atirador abriu fogo contra consumidores em um supermercado em Boulder, Colorado, matando dez pessoas, inclusive um policial. Este é o segundo atentado cometido nos EUA em menos de uma semana. "Temos dez vítimas na cena do crime, inclusive um policial municipal de Boulder chamado Eric Talley", lamentou a chefe da política local, Maris Herold. O atirador foi preso e está ferido, mas a polícia ainda não revelou a sua identidade. Na semana passada, atirador no estado da Georgia fez oito vítimas em atentados a spas e centros de massagem.

© REUTERS / Alyson McClaranFamília se abraça após membro sair do supermercado alvo de atentado, em Boulder, Colorado, EUA, 22 de março de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de março  - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2021
Família se abraça após membro sair do supermercado alvo de atentado, em Boulder, Colorado, EUA, 22 de março de 2021

'Novo vírus', 'nova pandemia', diz Merkel sobre novo lockdown na Alemanha

A Alemanha anunciou planos para impor novo lockdown de cinco dias no país durante a Páscoa, para frear a nova onda de infecções pelo novo coronavírus. "A situação é grave. O número de casos está aumentando de forma exponencial e os leitos de UTI [Unidade de Terapia Intensiva] estão se esgotando novamente", disse a chanceler alemã, Angela Merkel. "É absolutamente correto que estejamos puxando o freio de mão." Segundo ela, "estamos lidando com um novo vírus, que é muito mais fatal, mais transmissível e cuja infecção dura por muito mais tempo". "Estamos em uma nova pandemia", concluiu a chanceler. O governo alemão anunciou acordo com 16 dos 18 líderes regionais para impor medidas de restrições mais rigorosas em função da COVID-19, incluindo um lockdown entre os dias 1 e 5 de abril.

© REUTERS / Michael KappelerChanceler alemã, Angela Merkel, segura máscara durante conferência sobre a pandemia, em Berlim, Alemanha, 23 de março de 2021
Manhã com Sputnik Brasil: destaques desta terça-feira, 23 de março  - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2021
Chanceler alemã, Angela Merkel, segura máscara durante conferência sobre a pandemia, em Berlim, Alemanha, 23 de março de 2021

Arábia Saudita propõe cessar-fogo ao Iêmen

Nesta segunda-feira (22), a Arábia Saudita propôs cessar fogo às forças houthis no Iêmen, a ser monitorado pelas Nações Unidas. De acordo com o ministro das Relações Exteriores saudita, Faisal bin Farhan Al Saud, o reino aguarda resposta dos líderes do movimento. "Esperamos que eles aceitem rapidamente para que nós possamos iniciar as consultas de paz entre todas as partes iemenitas", disse o vice-ministro da Defesa saudita, Khalid bin Salman. O plano saudita inclui a retomada parcial das operações do Aeroporto Internacional da capital iemenita, Sanaa, a retirada do bloqueio ao porto de Al Hudaydah, desde que os lucros advindos das operações do porto sejam compartilhados entre forças do norte e do sul do país. A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Jalina Porter, disse que os EUA recebem bem a proposta saudita.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала