Indústrias Aeroespaciais de Israel testam novo míssil de defesa com alcance de 150 km (FOTO)

© Foto / Public domainTeste bem-sucedido com o interceptor Arrow-3 (foto de arquivo)
Teste bem-sucedido com o interceptor Arrow-3 (foto de arquivo) - Sputnik Brasil, 1920, 23.03.2021
Nos siga noTelegram
O míssil de defesa antiaérea pode proteger o país contra caças, mísseis de cruzeiro e outras ameaças aerotransportadas, afirma a empresa Indústrias Aeroespaciais de Israel.

A empresa Indústrias Aeroespaciais de Israel (IAI, na sigla em inglês) anunciou na segunda-feira (22) que concluiu com sucesso os testes de fogo de um novo míssil de defesa de longo alcance. O míssil de alcance estendido Barak pode eliminar ameaças aéreas a um alcance de 150 quilômetros, disse a empresa.

"A combinação de vários interceptores em um lançador unificado e a modularidade inerente do sistema Barak fornecem uma resposta ideal para o futuro campo de batalha", disse o presidente e CEO da IAI, Boaz Levy, citado pelo jornal The Times of Israel.

Parte da família de interceptores Barak da empresa, o novo míssil é lançado verticalmente e inclui um motor de foguete, um impulsionador e um localizador de radar. O alcance foi estendido ajustando outros mísseis interceptores e capacidades de radar.

O melhor da manhã para você. Onde estivemos? Testando com sucesso nosso sistema de defesa de alcance estendido Barak. Ele intercepta alvos em um raio de 150 km. Isso são 1.064 campos de futebol americano

O sistema Barak fornece uma defesa integrada contra uma série de potenciais ameaças aéreas simultâneas, disparando de diferentes fontes e distâncias, garante a empresa.

O interceptor de alcance estendido atinge uma altitude de 30 quilômetros e pode se defender contra ameaças, incluindo caças, mísseis de cruzeiro, drones, helicópteros e bombas planadoras. O míssil é implantado em um lançador com oito mísseis e pode ser usado em terra ou no mar.

IAI é a maior empresa aeroespacial e de defesa de Israel e desenvolve e fabrica sistemas avançados para segurança aérea, espacial, marítima, terrestre, cibernética e interna.

A empresa trabalhou com militares indianos e em 2019 ganhou um contrato no valor de US$ 777 milhões (aproximadamente R$ 4,3 bilhões na cotação atual) para fornecer à Índia uma versão do míssil Barak-8.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала