EUA têm indícios de OVNIs quebrando barreira do som, diz ex-diretor de Inteligência Nacional (VÍDEO)

© AFP 2022 / Luis RobayoHomem mascarado dirige carro de brinquedo em forma de OVNI em um parque em Cali, Colômbia
Homem mascarado dirige carro de brinquedo em forma de OVNI em um parque em Cali, Colômbia - Sputnik Brasil, 1920, 22.03.2021
Nos siga noTelegram
Pentágono e as agências de inteligência devem divulgar relatório sobre avistamentos de OVNIs até 1º de junho. Os incidentes teriam incluído viagens supersônicas sem um estrondo sônico.

Os EUA têm evidências de OVNIs quebrando a barreira do som sem um estrondo sônico e realizando manobras "difíceis de explicar" com tecnologia conhecida, afirmou o ex-diretor de Inteligência Nacional dos EUA, o republicano John Ratcliffe.

"Há muito mais avistamentos do que foram divulgados [...]. E quando falamos sobre avistamentos, estamos falando sobre objetos que foram vistos por pilotos da Marinha ou da Força Aérea, ou foram captados por imagens de satélite que francamente se envolvem em ações difíceis de explicar. Movimentos […] para os quais não temos tecnologia. Ou viajando a velocidades que excedem a barreira do som sem um estrondo sônico", disse Ratcliffe na emissora Fox News.

O governo teve, em dezembro, o prazo de 180 dias para divulgar o que sabia sobre o assunto, o que significa que o relatório deveria sair antes de 1º de junho. Ratcliffe, que foi o alto funcionário da inteligência durante o mandato do ex-presidente Donald Trump na Casa Branca, afirmou que esperava publicar suas descobertas antes de deixar o cargo em 20 de janeiro. "Não fomos capazes de colocá-lo em um formato não confidencial com a rapidez necessária", lamenta.

Uau. Maria Bartiromo [apresentadora da Fox News] consegue que o ex-DIN [diretor de Inteligência Nacional) John Ratcliffe fale sobre OVNIs antes do prazo para que o governo divulgue o que sabe sobre eles [...] "Normalmente temos vários sensores que captam essas coisas [...], na verdade, há muito mais do que o que foi divulgado".

​O relatório, produzido pelo Pentágono e pelas agências de inteligência, deve identificar, entre outras coisas, quaisquer ameaças representadas por fenômenos aéreos não identificados e se podem ser atribuídas a adversários estrangeiros.

Ano passado, o Pentágono divulgou três vídeos onde supostos OVNIs foram vistos próximo de áreas militares. Por sua vez, o presidente Donald Trump chamou essas filmagens de "vídeos dos diabos" e disse estar espantado "se for verdadeiro".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала