- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Pela 1ª vez, Brasil tem mais de 15 mil mortes causadas pela COVID-19 em uma semana

© AP Photo / Silvia IzquierdoCruzes no cemitério do Caju, na Zona Norte do Rio de Janeiro.
Cruzes no cemitério do Caju, na Zona Norte do Rio de Janeiro. - Sputnik Brasil, 1920, 19.03.2021
Nos siga noTelegram
O Brasil registrou nesta sexta-feira (19) 2.730 mortes causadas pela COVID-19 nas últimas 24 horas.

Com a atualização, o total de mortes causadas pela pandemia no país ultrapassa a marca de 290 mil. A contagem agora está em 290.525 óbitos. Além disso, o Brasil atingiu mais uma marca negativa: pela primeira vez, o país bateu a marca de 15 mil mortes em uma semana. 

A média móvel de mortes chegou a 2.178, e a variação foi de +50% em comparação com 14 dias atrás, indicando tendência de alta nos óbitos pela doença.

Quantos aos casos confirmados, 89.409 novas infecções foram registradas nas últimas 24 horas. Desde o começo da pandemia, já são 11.877.009 brasileiros que já tiveram ou têm o novo coronavírus.

Todos os números são do consórcio de imprensa, que divulgou também o balanço da vacinação no país. Ao todo, 11.492.854 pessoas já receberam a primeira dose de vacina contra a COVID-19, o que representa 5,43% da população brasileira. A segunda dose já foi aplicada em 4.122.203 pessoas – 1,95% da população do país.

© REUTERS / Ricardo MoraesEnfermeira aplica dose da CoronaVac, vacina contra a COVID-19, em idoso em São Gonçalo, no Rio de Janeiro
Pela 1ª vez, Brasil tem mais de 15 mil mortes causadas pela COVID-19 em uma semana - Sputnik Brasil, 1920, 19.03.2021
Enfermeira aplica dose da CoronaVac, vacina contra a COVID-19, em idoso em São Gonçalo, no Rio de Janeiro

Nesta sexta-feira (19), um levantamento da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) indicou que o oxigênio para pacientes de COVID-19 está prestes a acabar em pelo menos 78 municípios de 22 estados do Brasil.

Também nesta sexta-feira (19), o governo federal assinou contratos com os laboratórios Pfizer/BioNTech e Janssen (a farmacêutica da Johnson & Johnson) para a aquisição de 138 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала