- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Reprovação à gestão Bolsonaro na pandemia chega a 54%, maior nível até o momento

© AP Photo / Eraldo PeresPresidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto para assinar lei que facilita compra de vacinas
Presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto para assinar lei que facilita compra de vacinas - Sputnik Brasil, 1920, 17.03.2021
Nos siga noTelegram
A rejeição à gestão da crise do coronavírus feita pelo presidente Jair Bolsonaro atingiu o maior nível desde início da pandemia, segundo pesquisa Datafolha publicada nesta terça-feira (16).

De acordo com o instituto, 54% dos brasileiros enxergam o trabalho do presidente como ruim ou péssimo. A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 16 de março, no momento em que o presidente trocou o ministro da Saúde pela terceira vez durante a crise sanitária

O governo Bolsonaro já teve quatro ministros da Saúde em um ano. O Datafolha ouviu 2.023 pessoas. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

Na enquete anterior, feita em 20 e 21 de janeiro, a reprovação de Bolsonaro na gestão da pandemia era de 48%, ou seja, aumentou 6% em menos de dois meses.

Para 43%, o principal culpado pelo agravamento da crise sanitária é o presidente Jair Bolsonaro. Os governadores são vistos como os maiores culpados por 17% dos entrevistados, enquanto os prefeitos foram apontados por 9%.

Nesta terça-feira (16) o Brasil registrou recorde de mortes pela COVID-19, com 2.841 óbitos nas últimas 24 horas, segundo boletim do Ministério da Saúde. Ao todo, país contabiliza 282.127 mortos pelo coronavírus. 

Avaliação geral repete pior índice

A avaliação geral de Bolsonaro continua em seu pior índice desde que ele assumiu. Segundo o Datafolha, 44% acham o governo ruim ou péssimo, mesma taxa registrada em junho do ano passado, quando o presidente atingiu seu pior momento. 

O índice subiu 4% em relação à pesquisa anterior, quando chegou a 40%. A aprovação (bom ou ótimo) foi de 31% para 30%, enquanto o julgamento regular saiu de 26% para 24%. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала