Acusado de crimes de guerra, ex-comandante do Exército de Libertação do Kosovo é preso na Bélgica

© REUTERS / Laura HasaniMembros da Força de Segurança do Kosovo (KSF, na sigla em inglês) participam de uma cerimônia antes de ser enviado para missão em Pristina, Kosovo, 9 de março de 2021
Membros da Força de Segurança do Kosovo (KSF, na sigla em inglês) participam de uma cerimônia antes de ser enviado para missão em Pristina, Kosovo, 9 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 16.03.2021
Nos siga noTelegram
Suspeito de crimes de guerra no Kosovo, Pjeter Shala foi preso na Bélgica nesta terça-feira (26), informou o Tribunal para o Kosovo em Haia, na Holanda.

O tribunal, formado especialmente para tratar de crimes da Guerra do Kosovo, informou em um comunicado que Shala ficará preso na Bélgica enquanto aguarda sua transferência para Haia. A nota não fornece detalhes sobre as acusações contra Shala nem a cidade onde ele foi detido.

De acordo com a Reuters, Shala é ex-comandante do Exército de Libertação do Kosovo (KLA, na sigla em inglês) e também é conhecido como "o Lobo". Ele também foi investigado como suspeito pelo extinto Tribunal Criminal Internacional para a Iugoslávia, estabelecido pelas Nações Unidas, mas nunca chegou a ser declarado culpado.

O Tribunal para o Kosovo foi criado em 2015 para julgar casos relacionados a supostas atrocidades cometidas por combatentes do KLA durante e após a revolta contra o governo sérvio em 1998 e 1999.

As Câmaras de Especialistas do Kosovo (nome oficial do Tribunal) foram baseadas no exterior para minimizar o risco de intimidação de testemunhas em um pequeno país onde a lealdade ao clã é profunda.

© AFP 2022 / ARMEND NIMANI Membros da Força da Segurança do Kosovo
Acusado de crimes de guerra, ex-comandante do Exército de Libertação do Kosovo é preso na Bélgica - Sputnik Brasil, 1920, 16.03.2021
Membros da Força da Segurança do Kosovo

Em novembro, o ex-presidente do Kosovo, Hashim Thaci, prestou depoimento no Tribunal de Haia, onde se declarou inocente de todas as acusações de crimes de guerra que pesam sobre ele.

Thaci, de 52 anos, renunciou ao cargo de presidente para prestar esclarecimentos ao Tribunal. Ele liderou a luta contra as forças militares da Sérvia entre os anos de 1998 e 1999 como comandante do Exército de Libertação do Kosovo. Ele é acusado de crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

© AP Photo / Visar KryeziuHashim Thaci, o comandante do Exército de Libertação do Kosovo (ELK), considerado por muitos países, inclusive a Sérvia, como terrorista. Foto de arquivo de 1999.
Acusado de crimes de guerra, ex-comandante do Exército de Libertação do Kosovo é preso na Bélgica - Sputnik Brasil, 1920, 16.03.2021
Hashim Thaci, o comandante do Exército de Libertação do Kosovo (ELK), considerado por muitos países, inclusive a Sérvia, como terrorista. Foto de arquivo de 1999.

Guerra do Kosovo

A Guerra do Kosovo ocorreu entre fevereiro de 1998 e junho de 1999. Foi um dos diversos conflitos que marcaram o fim da República Socialista Federativa da Iugoslávia.

Com população majoritariamente de etnia albanesa, o Kosovo estava antes da guerra integrado à Sérvia, um dos membros da extinta Iugoslávia.

Buscando a independência, parte da população local recorreu à luta armada contra a Sérvia. Durante o conflito foram relatados milhares de mortos e deslocados de ambos os lados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала