COVID-19: Itália planeja vacinar 80% da população apta até final de setembro

© AP Photo / Luca BrunoEm Milão, na Itália, um profissional de saúde aplica uma dose de uma vacina contra a COVID-19 em uma idosa, em 18 de fevereiro de 2021
Em Milão, na Itália, um profissional de saúde aplica uma dose de uma vacina contra a COVID-19 em uma idosa, em 18 de fevereiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 13.03.2021
Nos siga noTelegram
A Itália comunicou neste sábado (13) que pretende vacinar pelo menos 80% de sua população contra o novo coronavírus até o final de setembro, em meio a críticas pela lentidão da imunização no país.

O novo comissário especial para o enfrentamento à pandemia no país, o general Francesco Paolo Figliuolo, divulgou um plano nacional que prevê a administração de 500 mil doses de vacinas por dia, de acordo com um documento do gabinete citado pela Reuters.

Com 3.201.838 de casos confirmados, a Itália está entre os sete países mais afetados pela COVID-19 desde o início do surto. A doença já deixou ao menos 101.881 pessoas mortas no país. Menos de dois milhões dos 51 milhões de habitantes aptos a serem vacinados foram imunizados até agora. 

​A Itália, segundo a Reuters, deve receber 84,9 milhões de doses de vacinas até o final do terceiro trimestre. Entre as medidas planejadas estão a ampliação das operadoras de saúde que administram injeções, emprego de médicos de família, dentistas, médicos juniores e esportivos e aumento de pontos de vacinação, incluindo instalações improvisadas em quartéis militares, fábricas, grandes lojas de varejo, academias, escolas e igrejas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала