Nova York aprova investigação de impeachment contra governador Cuomo, a 1ª no estado em 100 anos

© REUTERS / POOLGovernador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, fala no local de vacinação contra a COVID-19 no centro de Convenções de Jacob K. Javits, Nova York, EUA, 8 de março de 2021
Governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, fala no local de vacinação contra a COVID-19 no centro de Convenções de Jacob K. Javits, Nova York, EUA, 8 de março de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 12.03.2021
Nos siga noTelegram
Uma investigação de impeachment começará nos Estados Unidos contra o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, acusado de cometer assédios sexuais.

Na quinta-feira (11), Carl Heastie, presidente da Assembleia Estadual de Nova York, ordenou que o Comitê Judiciário iniciasse uma investigação de impeachment contra o governador do estado de Nova York, Andrew Cuomo, acusado de cometer assédios sexuais, segundo informou o jornal The New York Times.

"Os relatos das acusações sobre o governador são sérios", afirmou Heastie.

A investigação incluirá entrevistas de testemunhas, exigência de apresentação de documentos e avaliação de provas, disse Heastie.

A apuração será realizada paralelamente com a iniciada pela procuradora-geral do Estado, Letitia James.

Na segunda-feira (8), um grupo de legisladores republicanos propôs começar o impeachment. Na quinta-feira (11), 59 democratas na Assembleia Legislativa do Estado assinaram uma declaração exigindo que Cuomo renunciasse imediatamente.

No final de fevereiro e no início de março, seis mulheres declararam que o governador as tinha assediado sexualmente. Por sua vez, o mesmo rejeitou as acusações.

Caso for julgado e declarado culpado, Cuomo seria o segundo governador de Nova York destituído. Até agora, o único caso de impeachment bem-sucedido no estado foi em 1913, quando William Zulzer foi demitido.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала