EUA acusam presidente de Honduras de colaborar com suposto narcotraficante Geovanny Fuentes

© AFP 2022 / Orlando SierraPresidente de Honduras, Juan Orlando Hernández
Presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández - Sputnik Brasil, 1920, 10.03.2021
Nos siga noTelegram
A Procuradoria Federal dos EUA afirmou que o presidente de Honduras, Juan Orlando Hernández, possui vínculos com o suposto narcotraficante Geovanny Fuentes, que é julgado em Nova York.

De acordo com a procuradoria norte-americana, Fuentes e Hernández se tornaram sócios em 2013, quando Hernández ainda era candidato à presidência, com o objetivo de enviar diversos quilos de cocaína aos EUA.

"Fuentes subornou inclusive o presidente de Honduras [...] e o presidente o blindou à prova de balas", afirmou o promotor Jacob Gutwillig, após contar que Fuentes sequestrou, torturou e apunhalou até a morte um policial que ousou enfrentá-lo.

As acusações foram feitas durante o julgamento do hondurenho Geovanny Fuentes, em Nova York, segundo a agência de notícias AFP.

Toneladas de cocaína, armas, violência, assassinatos brutais, subornos e corrupção, foram algumas das acusações feitas pelos promotores norte-americanos.

Hernández, que assumiu a presidência de Honduras em 2014 e está em seu segundo mandato, nega as acusações e se apresenta como herói na luta contra o narcotráfico e gangues.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала