Soldados dos EUA recebem visores para ver 'além da parede', diz mídia

© AP Photo / Salvador MelendezMilitares salvadorenhos utilizando óculos de visão noturna (imagem referencial)
Militares salvadorenhos utilizando óculos de visão noturna (imagem referencial) - Sputnik Brasil, 1920, 09.03.2021
Nos siga noTelegram
Militares dos EUA receberam visores munidos com inteligência artificial (IA) capazes de lhes passar diversas informações de movimentos por trás de obstáculos.

Desta forma, as tecnologias empregadas nos visores permitem "ver" além das paredes de veículos de combate, ao passo que oferecem alta noção do ambiente em que os soldados se encontram.

A tecnologia empregada, chamada de Sistema de Visão Aumentada (IVAS, na sigla em inglês), será usada por soldados de combate próximo. São esperadas entregas de dezenas de milhares de unidades dos visores.

Além disso, a tecnologia permite ver no escuro, observar o que há por trás de esquinas e projetar mapas digitais nas lentes do visor.

Os militares também serão assistidos por diversas câmeras instaladas no exterior de veículos blindados, segundo o tabloide Daily Star.

Tecnologia contra China?

Recentemente, foi reportado que os militares norte-americanos pretendem empregar no campo de combate robôs com inteligência artificial em apenas quatro anos.

A informação veio no contexto da publicação do último relatório da Comissão de Segurança Nacional dos Estados Unidos sobre Inteligência Artificial.

O documento ressalta o uso de tecnologias como a empregada nos visores, ao passo que o contextualiza com as tentativas dos EUA de conterem a China.

"A corrida para a pesquisa, desenvolvimento e emprego de inteligência artificial e tecnologias associadas está intensificando a competição tecnológica que sustenta uma competição estratégica mais ampliada. A China está organizada, com recursos, e determinada a vencer esta competição [...]. Os EUA devem se comprometer com uma estratégia para ficar pelo menos duas gerações à frente da China em microeletrônicos de última geração e se empenhar no financiamento e incentivos para manter inúmeras fontes de fabricação de microeletrônicos de tecnologia de ponta nos EUA", apontou o documento.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала