Sobe para 105 o número de mortos em explosões em base militar na Guiné Equatorial

© AP Photo / TVGEImagens de televisão mostram a explosão que atingiu uma base militar em Guiné Equatorial
Imagens de televisão mostram a explosão que atingiu uma base militar em Guiné Equatorial - Sputnik Brasil, 1920, 09.03.2021
Nos siga noTelegram
O número de mortos nas quatro explosões que sacudiram uma base militar e áreas adjacentes na Guiné Equatorial aumentou para 105, após a descoberta de mais sete corpos, informou hoje (9) a emissora estatal do país africano.

No total, 615 pessoas ficaram feridas nas explosões que aconteceram no domingo (7) na base de Nkoa Ntoma, situada na cidade portuária de Bata, que devastou edifícios dentro do complexo militar e casas nos bairros vizinhos.

O presidente do país Teodoro Obiang Nguema, que está no poder há 42 anos, culpou mais uma vez os militares pela "negligência" em estocar munição muito perto de áreas residenciais.

Militares avaliam os destroços após explosão em Bata, na Guiné Equatorial. Segundo o presidente Teodoro Obiang Nguema, os danos foram causados depois de uma explosão em um depósito de dinamite.

A emissora de televisão estatal TVGE disse que mais sete corpos foram encontrados nesta terça-feira (9), enterrados sob os escombros.

Ontem (8), a emissora informou que mais de 60 sobreviventes tinham sido encontrados presos sob os destroços, incluindo duas crianças de três e quatro anos.

Nesta terça-feira (9), Obiang disse que os oficiais encarregados da base, que abriga forças especiais, policiais e suas famílias, "foram descuidados", pois a dinamite é normalmente "armazenada muito longe das pessoas e mantida no subsolo".

Por sua vez, o Ministério da Defesa do país africano disse que as explosões causadas por munições de alto calibre provocaram "ondas de choque que destruíram totalmente várias casas nas proximidades".

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала