- Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Pacheco e Lira pedem resposta de Pazuello em 24 horas sobre vacinação

© REUTERS / Carla CarnielMinistro da Saúde, general Eduardo Pazuello, durante cerimônia de distribuição da CoronaVac, em São Paulo, 18 de janeiro de 2021
Ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, durante cerimônia de distribuição da CoronaVac, em São Paulo, 18 de janeiro de 2021 - Sputnik Brasil, 1920, 09.03.2021
Nos siga noTelegram
Presidente do Senado e da Câmara dos Deputados desejam atualizações sobre o processo de imunização após o novo acordo do governo com a Pfizer e a retomada de medidas de isolamento no país.

Os presidentes do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), e da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), pediram ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, novas informações sobre o calendário de vacinação contra a COVID-19 no Brasil. Os chefes do Legislativo querem ter atualizações em até 24 horas.

Em ofício em "caráter de urgência", eles questionam Pazuello tanto sobre o processo de imunização como a produção de vacinas no país.

O pedido ocorre após as novas medidas de isolamento decretadas por estados e municípios e o novo acordo do governo federal para adquirir vacinas da Pfizer.

"Considerando a urgência que nos impõe a pandemia ocasionada pela disseminação do vírus SARS-CoV-2 e a crescente taxa de óbitos por dia em decorrência da COVID-19, solicitamos a presteza de V. Exa. no sentido de encaminhar as informações acima requeridas no prazo de 24 horas, a fim de que as Casas do Congresso Nacional possam adotar as providências cabíveis no combate à pandemia", diz o ofício de Pacheco e Lira ao ministro da Saúde, conforme publicado pelo Estadão.
© AFP 2022 / Sergio Lima Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em sessão no Congresso Nacional, Brasília, 3 de fevereiro de 2021
Pacheco e Lira pedem resposta de Pazuello em 24 horas sobre vacinação - Sputnik Brasil, 1920, 09.03.2021
Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), em sessão no Congresso Nacional, Brasília, 3 de fevereiro de 2021

Nesta segunda-feira (8), a média móvel de mortes por COVID-19 dos últimos sete dias chegou a 1.540, um novo recorde de óbitos em uma semana desde o início da pandemia.

No total, o país já tem 266.646 mortes e 11.058.490 de pessoas diagnosticadas com a doença, de acordo com levantamento do consórcio de veículos de imprensa com base em dados das secretarias estaduais de Saúde.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала